Publicado em 30 de setembro de 2021 às 17:54

A última paciente de Covid-19 que estava sendo atendida no Hospital Municipal de Araçatuba, teve alta, por volta de 16h, desta quinta-feira (30). A aposentada Maria Cristina da Silva, 63 anos, foi homenageada pela equipe médica, enfermeiros e funcionários do administrativo. Eles cantaram a canção Trem Bala, da compositora Ana Vila, para se despedir dela. O momento foi muito emocionante.

A partir desta sexta-feira (1º), todos os pacientes com esta doença serão atendidos no Pronto Socorro Municipal de Araçatuba Aida Vanzo Dolce. Os casos de internação serão encaminhados para Santa Casa.

Maria, que ficou internada por uma semana, fez um apelo para que todas as pessoas continuem se cuidando, usando máscaras e respeitando as orientações de distanciamento. “Eu cheguei aqui no hospital chorando. Eu achava que não iria sair viva daqui. Estou saindo, feliz e emocionada. Recebi um ótimo tratamento e muitas palavras de incentivo e carinho. Valeu cada oração. Espero que as pessoas se cuidem e que esta doença desapareça”, afirmou ela.

O hospital será desmobilizado. A medida foi tomada devido à queda de pessoas contaminadas com a Covid-19. O atendimento de pacientes sintomáticos respiratórios será feito no Pronto Socorro Municipal, os casos mais graves são encaminhados para Santa Casa.

Para o prefeito Dilador Borges a medida é uma boa notícia para a cidade. “Desmobilizar um hospital nunca é uma boa notícia, mas neste caso, sim. Estamos há quase dois anos ampliando leitos e investindo na saúde especificamente para o atendimento de pacientes com Covid-19, hoje estamos desmobilizando um local que tem 33 leitos, por que graças a Deus o vírus está sendo combatido pela vacina. Estamos vencendo. Não posso deixar de agradecer aos profissionais da saúde, foram heróis. Esperamos não precisar reabrir para esse tipo de atendimento, mas para outras demandas”.

No ato da desmobilização da unidade, a secretária de Saúde de Araçatuba, Carmem Silvia Guariente, destacou o quanto a unidade foi importante no momento de pico da pandemia e agradeceu aos servidores. “Foram horas e dias de muito trabalho. Mas a desmobilização mostra que o trabalho foi feito, e bem feito”, disse.