Publicado em 13 de junho de 2022 às 10:46

O Programa Bolsa Trabalho, do Governo do Estado de São Paulo, em parceria com a prefeitura de Araçatuba, abriu inscrições para 400 bolsas no valor de R$540 por mês aos cidadãos que realizarem atividades de trabalho em órgãos públicos municipais e estaduais da cidade. A carga horária será de 4 horas diárias, cinco dias por semana, e o benefício será pago por até cinco meses consecutivos.

Além disso, os bolsistas realizarão um curso de qualificação profissional com duração de 80 horas durante o horário de trabalho. Poderão escolher um entre as seis opções de cursos profissionalizantes virtuais da Univesp (Universidade Virtual do Estado de São Paulo): Auxiliar de Controle de Produção e Estoque, Gestão Administrativa, Gestão de Pessoas, Organização de Eventos, Rotinas e Serviços Administrativos, e Secretariado e Recepção.

Para se inscrever é necessário que o candidato à vaga seja maior de idade, com renda familiar de até R$606 por pessoa (equivalente a meio salário mínimo) e que resida na cidade há dois anos. A prioridade será para mulheres arrimo de família e para demais pessoas com maior tempo de desemprego.

Os interessados em fazer parte do Programa Bolsa Trabalho poderão fazer a inscrição até o dia 17 de junho no site www.bolsadopovo.sp.gov.br, tendo em mãos RG, CPF, carteira de trabalho e comprovante de residência. A seleção e a convocação serão feitas por meio de publicação no Diário Oficial. A previsão é que os selecionados comecem a trabalhar no início de julho.

A iniciativa do Governo de São Paulo, em parceria com municípios cadastrados no programa, tem objetivo de promover a retomada de emprego, qualificação profissional e renda aos cidadãos em situação de vulnerabilidade social residentes no Estado de São Paulo.

Quem não tiver acesso à internet poderá recorrer ao Balcão de Empregos da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Relações do Trabalho, localizado na Avenida Waldemar Alves, 50 (antes do Assaí Atacadista). Mais informações pelo telefone (11) 98714-2645 ou 0800 7979 800, de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h.