Publicado em 27 de abril de 2018 às 19:04

A Prefeitura de Araçatuba, através da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (SMOSP) iniciou, nesta quinta-feira (26), a construção de novos sarjetões no cruzamento da Rua do Fico com a rua Antônio Gomes do Amaral. A finalidade da implantação é agilizar o fluxo de veículos e facilitar o escoamento de água no local.

As obras tornaram necessário manter o trecho interditado durante o período de cura do concreto, que é de aproximadamente uma semana. Desta forma, como o trabalho deve ser finalizado até o final desta sexta-feira (27), a liberação do trânsito no local está prevista para o final da próxima semana.

De acordo com o secretário da SMOSP, Constantino Alexandre Vourlis, a data para início das obras foi escolhida considerando o feriado do Dia do Trabalho (1º), que implica na diminuição do fluxo de veículos no município. Além disso, ele afirma que os antigos sarjetões estão sendo substituídos por outros com largura de 3,5 metros. “Essa medida fará com que eles fiquem mais ‘rasos’, o que agilizará o tráfego de veículos, já que a área para escoamento de água era antes muito funda e exigia que os motoristas cruzassem a via de forma lenta”, completou.

Ainda segundo o secretário, para a construção de cada sarjetão são utilizados aproximadamente seis metros cúbicos de concreto.

INVESTIMENTO

Junto à SMOSP, a Prefeitura já investiu, dentro de um ano, na construção de mais de 80 sarjetões no município. Segundo Vourlis, Araçatuba carece de aproximadamente 250 estruturas do tipo e a metodologia adotada pela Administração tem agilizado sua construção. “Quando as equipes de tapa-buracos percebem a necessidade de instalar sarjetões em alguns cruzamentos, nós aproveitamos para construir ao menos três de uma vez. Isso faz com que os serviços sejam mais produtivos e rápidos”, concluiu.

Só nesta semana, o encontro da avenida Joaquim Pompeu de Toledo com a rua Quintino Bocaiuva ganhou um novo sarjetão, enquanto outros três cruzamentos do bairro Nova Iorque ganharam as mesmas estruturas.