Publicado em 29 de agosto de 2022 às 14:41

No dia 29 de agosto é comemorado o Dia Nacional de Combate ao Fumo, que visa reforçar as ações nacionais e mobilizar a população para a conscientização dos danos causados pelo uso do tabaco. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), o tabagismo é uma doença séria, grave e precisa ser tratada como tal.

O tabagismo é o ato de se consumir produtos que contenham tabaco, sendo o princípio ativo a nicotina, que está presente nos cigarros, charutos, cachimbos, cigarros de palha, narguilé, etc. A nicotina afeta diretamente o cérebro, que acaba liberando substâncias químicas que causam dependências, levando ao vício. O uso de nicotina pode desenvolver câncer de pulmão, também ocasionar ataques cardíacos e outras doenças, podendo até levar à morte, sendo também prejudicial àqueles que estão ao redor do usuário, já que a fumaça liberada contém mistura de milhares de substâncias tóxicas.

Atualmente, há um aumento alarmante de jovens que usam nicotina. Também é muito preocupante o aumento do consumo de cigarros eletrônicos, conhecidos popularmente como vape, e de narguilé, que corresponde a 100 cigarros comuns. O município de Araçatuba informa que as pessoas que desejam parar de fumar podem procurar a UBS mais próxima de suas casas, para receberem orientações a participarem dos grupos, bem como serem encaminhadas para o tratamento. São realizados grupos de apoio na UBS Umuarama I, UBS TV e também ocorre o “Programa de Tabagismo” no CEAPS, onde há grupo que conscientiza essas pessoas os males do cigarro, além de consultas médicas, distribuição de medicamentos e adesivos de nicotina. Para ser inserido no programa, basta ir até o CEAPS e informar seu interesse.

Segundo a secretária de Saúde de Araçatuba, Carmem Guariente, “parar de fumar é uma decisão, porém nem sempre pode ser fácil e, às vezes, é preciso ter ajuda de um profissional. Buscar por apoio de pessoas preparadas facilita muito esse caminho para conseguir superar o vício”.