Publicado em 24 de outubro de 2017 às 08:47

Foi apresentado nesta segunda-feira (23), na Câmara Municipal de Araçatuba, o Índice Paulista de Responsabilidade Social (IPRS), um indicador que permite analisar o grau de desenvolvimento social e econômico das cidades do Estado de São Paulo.

Promovido pelo Instituto do Legislativo Paulista em parceria com a Fundação Seade (Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados), o índice analisa, a cada dois anos, a qualidade de vida dos municípios paulistas. Na ocasião, foi entregue a cartilha com os índices que incluem riqueza municipal, longevidade e escolaridade dos 43 municípios da 9ª região administrativa do estado no ano de 2016.

Para o presidente da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo e deputado estadual Cauê Macris, o IPRS é um instrumento de políticas públicas, que auxilia o aperfeiçoamento das ações dos municípios paulistas. “É fundamental que esse índice seja popularizado, para que os mecanismos de planejamento e investimento do dinheiro público sejam direcionados com responsabilidade”.

Segundo a cartilha, a região administrativa de Araçatuba apresenta população de 755,5 mil habitantes, o que representa 1,8% do total do Estado em 2016. No ranking dos componentes do IPRS, a região administrativa de Araçatuba ocupa a 12ª colocação em riqueza, a 3ª em longevidade e também a 3ª em escolaridade. A região administrativa de Araçatuba teve participação de 14% em todo o estado de São Paulo, o que a inseriu no Grupo 1, que abrange cidades com os níveis mais elevados de riqueza e bons indicadores sociais.

O prefeito Dilador Borges disse que Araçatuba está estrategicamente posicionada para o desenvolvimento. “Somos o ponto de encontro e o caminho para várias cidades da região. Temos a rodovia que cruza nossa cidade, e que traz e leva empresas e pessoas do Brasil todo. Temos todo o potencial para sermos destaque e colaborar com o desenvolvimento de todas as cidades da região”, finalizou o prefeito.

Também participaram da divulgação do índice a vice-prefeita Edna Flor, o deputado estadual Itamar Borges, o presidente da Câmara Rivael Papinha; o vereador Márcio Saito; o diretor do Instituto Legislativo Paulista, Vinicius Schurgelies, e representantes de prefeituras da região.