Publicado em 06 de fevereiro de 2019 às 08:56

O primeiro Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa) de 2019, realizado em janeiro, apresenta resultado geral que, em comparação aos períodos do ano anterior, confirma série de quedas nas ocorrências.

Atividade realizada pelos agentes de Combate a Endemias no período de 2 a 31 de janeiro, apresentou resultado final geral de 4,9 de índice larvário do município, informado pelo Ministério da Saúde. Comparado aos trimestrais do ano passado, em que janeiro registrou 13,5 de índice larvário; abril 18 teve 8,4; julho com 3,2, considerando temperaturas mais baixas e com menos chuvas; e outubro com 6,7, o primeiro mês de 2019 com 4,9 marca um declínio que aumenta nossa esperança de atingir os índices ideais”, compara Alexandre Cândido Alves.

O Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti consiste num mapeamento da infestação do mosquito Aedes aegypti. O LIRAa é dado pelo percentual do número de imóveis com focos do mosquito, entre os escolhidos de uma região em avaliação, em que se encontram larvas em recipientes com água acumulada.

O trabalho é de amostragem, após sorteio de quarteirões onde, se encontradas, as larvas são coletadas e encaminhadas para analise. Em seguida, esses dados são lançados no sistema que emite o percentual da infestação do Aedes aegypti.

Segundo Alexandre Cândido, a queda dos números é de valor considerável e positivo em vários aspectos para a saúde pública. “Trata-se de um trabalho intenso e ininterrupto da Secretaria Municipal de Saúde de Araçatuba, dos agentes de saúde, de vigilância sanitária e epidemiológica, do Centro de Controle de Zoonoses e das campanhas informativas e educativas da prefeitura, mas, principalmente, podemos agradecer à população araçatubense, que vem dando ótimo exemplo, abraçando a causa e a luta contra a infestação do mosquito, através do cuidado dentro de casa, nos quintais, ralos e calhas, vasos e lixo, além do empenho em conscientizar os vizinhos a fazerem também. Podemos todos dar as mãos e nos cumprimentarmos pelas vitorias todos juntos. Que possamos continuar assim”, celebra o diretor.

Yellow fever mosquito sucking human blood / Mosquito da dengue sugando sangue