Publicado em 08 de abril de 2020 às 19:18

A primeira entrega agendada de kits Programa Merenda No Lar, da Prefeitura de Araçatuba, foi realizada nesta quarta-feira (8), com gêneros alimentícios da agricultura familiar provenientes de produtores locais, em 15 escolas da Rede Municipal de Ensino.

Segundo Silvana de Sousa e Souza, secretária municipal de Educação de Araçatuba, somente nesta primeira entrega já foram 2.500 famílias atendidas. “Finalizada essa etapa de gêneros da agricultura, será dada inicio a entrega dos gêneros secos, que será o próximo a ser montado”.

Em cada data de entrega são contempladas de 15 a 17 escolas. A Rede Municipal tem 16 mil alunos e o cadastro foi feito por família. “Estima-se que aproximadamente 13 mil alunos serão contemplados com estas cestas. No total, os 9.613 kits vão chegar a cerca de 90 toneladas de alimento distribuídos às famílias”, quantifica a secretária.

Ela explica que a distribuição acontece de forma escalonada, pois são produtos da agricultura e dependem da logística dos produtores, de conseguirem colher e transportar esses produtos. “As próximas entregas vão ser nos dias 15, 17 e 22 de abril, completando o atendimento a todas as escolas da rede”.

O prefeito de Araçatuba, Dilador Borges, prevê o segundo kit com gêneros secos. “Estamos preparando a aquisição de outros gêneros como arroz, feijão, macarrão, fubá, biscoito, óleo, que vão compor o kit que eles vão receber na seqüência. Ainda não temos data certa, e por isso é importante que a população acompanhe as mídias sociais, pois dependemos também da capacidade de entrega do fornecedor, já que é tudo em grande quantidade. Estamos trabalhando para que, entre o final de abril e inicio de maio, as famílias já recebam esse outro kit”, adiantou.

Treinamento e rapidez

Todas as escolas tiveram organização para controle de fluxo pelas exigências contra o coronavírus. Silvana descreve que os funcionários receberam treinamento, cada escola recebeu comunicado e um representante da Secretaria Municipal de Educação. Providenciaram delimitações no chão com espaçamento para fila e foram organizadas entregas com horários divididos por turmas de cada ano, resultando em grande rapidez na entrega.

“Os funcionários tiveram funções diferentes, todos com EPI completo, higienizavam as mãos das pessoas e as próprias com álcool em gel, funcionários conferiram nomes e anotavam na lista de cadastrados para evitar contato desnecessário. Todos os kits foram higienizados com álcool e a própria pessoa pegou seu kit e saiu por outro acesso da escola”, detalha.

Os kits foram montados pelos próprios produtores, que são os mesmos fornecedores ao PAA – Programa de Aquisição de Alimentos, organizados em mutirão, e receberam ajuda de equipes da SME, que também disponibilizou caminhão para apoio no transporte dos produtos. “O volume era muito grande. Eles viraram a noite montando esses kits e graças a Deus deu tudo certo”, valorizou.

Para os cadastrados que não conseguiram retirar os kits ou tiveram problemas com o cadastramento, foi organizado um horário próximo ao término para esse registro e essas pessoas estarão na lista a receberem o próximo kit. “Lembrando que somente as famílias dos alunos matriculados nas respectivas escolas e cadastradas tem o direito de retirarem os kits. O que sobrar, um caminhão recolhe e será doado a instituições assistenciais”, conclui a secretária.

Escolas da Educação Infantil da REGIÃO 1

EMEB Alvino   Barbosa; EMEB CAIC Profª. Romana Martin Coelho;  EMEB Camila Tomashinsky; EMEB Joanita Galvão Sampaio; EMEB Lucilene do Nascimento; EMEB Profª. Leila Cristina de Freitas Machado; EMEB Profª. Lourdes R. de Souza; EMEB Profº. Luiz Ap. Bertolucci; EMEB Profª. Suzana Echelon Ortiz

Escolas do Ensino Fundamental da REGIÃO 1

EMEB Profª. Carmélia Melo; EMEB Índio Poti; EMEB Roseli de Oliveira; EMEB Prof. José Machado Neto; EMEB Profª. Darcy Fontanelly; EMEB Profª. Selma Maria Trevelin de Jesus.