Publicado em 19 de setembro de 2017 às 15:32

O suicídio é atualmente um problema de saúde pública. Pelos números oficiais, são 32 mortes por dia em condições de suicídio. A “doença” é um mal silencioso, pois as pessoas fogem do assunto e, por medo ou desconhecimento, não vêem os sinais de que uma pessoa próxima está com ideias suicidas. Segundo a Organização Mundial da Saúde, 9 em cada 10 casos poderiam ser evitados. É necessário a pessoa buscar ajuda e atenção de quem está à sua volta.

A Prefeitura de Araçatuba, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, vem promovendo durante esse mês o “Setembro Amarelo”, que é o mês internacional de prevenção ao suicídio. O Ambulatório Regional de Saúde Mental juntamente com o CAPSs (Centro de Atenção Psicosocial) criou espaços de discussão sobre o suicídio com os atendidos e um espaço de acolhida direcionado ao tema nos grupos terapêuticos. Os usuários também são convidados a participarem de conversas com os temas “depressão” e “suicídio” antes dos atendimentos médicos.

A Secretaria Municipal de Saúde também tem programado uma parceria com as universidades da cidade como UNESP, UNIP, FEA e UNISALESIANO, para a montagem de rodas de conversa sobre o tema, onde o CAPS III (Centro de Atenção Psicossocial Adulto) realiza capacitação para acadêmicos de 4º e 5º anos do curso de Psicologia para abordarem as discussões sobre o tema suicídio nas escolas municipais.