Publicado em 06 de março de 2019 às 13:25

Foi nomeado nesta quinta-feira (28), pelo prefeito de Araçatuba, Dilador Borges, o Grupo Gestor da Praça PEC (Praça dos Esportes e da Cultura), também conhecida como CEU (Centro Educacional Unificado), no bairro Jardim Atlântico, de Araçatuba.

A nomeação ocorre conforme o decreto nº 20.540, de 20 de fevereiro de 2019. O grupo é composto por 12 integrantes, sendo 6 representantes do poder público municipal e 6 integrantes da comunidade.
O mandato de cada integrante é de dois anos e não será remunerado a qualquer título, ficando expressamente vedado o recebimento de qualquer gratificação, bonificação ou vantagem pelas atividades desenvolvidas.

Na presença do grupo, do prefeito Dilador Borges e da vice-prefeita Edna Flor, os secretários municipais Maria Cristina Domingues (Assistência Social e de Participação Cidadã) e Sérgio Tumelero (Esporte, Lazer e Recreação) e Luis Claudio Júnior, assessor executivo da Secretaria Municipal de Cultura (SMC), fizeram a apresentação das atividades que serão oferecidas ao público.

A PEC oferecerá aulas de viola e violão, espaço para leituras, contação de história, oficinas de artes (crochê, tricô, ponto cruz, bordado no xadrez), aulas de teatro, capoeira, xadrez, atividades esportivas, entre outros.

Localizado no cruzamento das ruas José Trevisan Bacelar e Elza Almeida Lemos, o CEU Atlântico conta com uma quadra coberta, pista de skate, teatro com depósito e camarim, bicicletários, banheiros, almoxarifado/administrativo, cozinha, mesa de jogos, equipamentos de ginástica, biblioteca e salas que funcionarão como um Ponto de Apoio do Cras (Centro de Referência de Assistência Social) do bairro Etemp.

De acordo com Maria Cristina Domingues, a prefeitura apenas aguarda o anúncio oficial da Secretaria Especial de Cultura, que definirá a data de inauguração e horário de funcionamento da PEC.

PEC
A Praça dos Esportes e da Cultura é um equipamento público estruturado para integrar atividades e serviços culturais, práticas esportivas e de lazer, formação e qualificação para o mercado de trabalho, serviços socioassistenciais, políticas de prevenção à violência e inclusão digital. Idealizado em conjunto pelos Ministérios da Cultura, Esporte, Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Justiça, e Trabalho e Emprego, a praça integra, em um mesmo espaço físico, programas, serviços e ações setoriais destes ministérios, visando à promoção da cidadania e a redução da pobreza nos territórios onde será implantada.