Publicado em 20 de setembro de 2017 às 09:28

Diante dos casos suspeitos e um confirmado de falecimento por picada de escorpião, o prefeito Dilador Borges convocou, nesta terça-feira (19), uma reunião de emergência com representantes de secretarias municipais e da Câmara Municipal.

Durante a reunião, ocorrida no gabinete do prefeito, foi criada a campanha “Escorpião? Aqui Não!”, que promoverá um arrastão nas 68 escolas municipais e arredores para intensificar o trabalho de conscientização que já é realizado diariamente pelo Centro de Controle de Zoonoses.

A ação ocorrerá no próximo sábado (23), simultaneamente em todas as unidades escolares. Mais de 100 agentes de combate a endemias acompanharão equipes formadas por representantes de todas as secretarias da Prefeitura, Tiro de Guerra e Câmara Municipal nas Emebs. Eles farão a vistoria nas escolas a fim de remover quaisquer tipos de materiais que sejam atrativos para os escorpiões. A ação se estenderá também aos arredores das escolas, com atividades de conscientização para a comunidade, com distribuição de panfletos e orientações de prevenção e combate ao escorpião.

DEDETIZAÇÃO

Após a reunião, houve uma coletiva de imprensa para esclarecimento dos detalhes da ação. Questionado sobre o uso de dedetizadores para combate aos escorpiões, o veterinário do Centro de Controle de ZoonosesRafael Silva Cipriano, afirmou: “A pulverização não é a medida adequada, pois o exoesqueleto do animal é resistente. Os dedetizadores fecham o aparelho respiratório do escorpião e isso causa a evasão dos locais onde estes animais são encontrados, como galerias pluviais e esgotos”.

Participaram da reunião representantes das secretarias de Saúde, Educação, Segurança, Planejamento Urbano e Habitação, Meio Ambiente e Sustentabilidade, e também os vereadores Rivael Papinha, Alceu Batista e Claudio Henrique da Silva.