Publicado em 12 de dezembro de 2019 às 18:27

Uma equipe do CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano do Estado de São Paulo) reuniu-se com o prefeito Dilador Borges, e membros das secretarias municipais de Governo, Assuntos Jurídicos e de Planejamento Urbano e Habitação, para a assinatura que autoriza a regularização de 500 imóveis do conjunto habitacional Ezequiel Barbosa 1 e 2, em Araçatuba.

De acordo com a arquiteta Maria Clara Fernandes e a advogada Marina Araújo, representantes do consórcio Habitação Regular, que presta serviço à gerencia de regulação fundiária da CDHU, a certidão assinada pelo prefeito já será encaminhada ao Cartório de Registro de Imóveis para solicitação das 500 matriculas de terrenos, para que posteriormente sejam entregues pela prefeitura aos proprietários.

Segundo Tadeu Consoni, secretário municipal de Planejamento Urbano e Habitação, a área espera a regularização há mais de 30 anos. “A importância deste serviço é que nós criamos, aqui no Planejamento, este setor de regularização fundiária, situação que se enrolava e nunca foi resolvida. Quando entramos, pegamos isso tudo muito confuso, com muitos erros e irregularidades. Até termos arrumado todos esses processos foram-s mais de dois anos de batalha. Hoje estamos com tudo alinhado, para dar continuidade gradativa. Essa regularização fundiária envolve outra parte complexa, que é a social. Há de se preocupar com a ocupação das áreas, que muitas vezes já está nas mãos de segundos ou terceiros moradores, mas estamos conseguindo avançar, isso que é importante”.

“Mais uma notícia boa para os nossos munícipes, estamos resolvendo problemas antigos da cidade. Dentro de pouco tempo os moradores do Ezequiel Barbosa também receberão suas escrituras a custo zero. É mais uma espera que acaba, mais um compromisso que honra a confiança da população”, celebrou o prefeito Dilador Borges.