Publicado em 31 de março de 2021 às 11:09

Na tarde de segunda-feira (30), a Prefeitura de Araçatuba anunciou a destinação de R$ 819 mil (reais) à Santa Casa de Misericórdia da cidade, com depósito já efetuado na conta do hospital, para custeios complementares, que poderão ser utilizados, inclusive, para aquisição emergencial de oxigênio, anestésicos e analgésicos para intubação.

A decisão ocorreu imediatamente após a manifestação da direção da Santa Casa de Araçatuba, nesta segunda-feira, que entregou o plano de operação das novas instalações de atendimento aos pacientes com Covid-19, através de termo de convênio, exigido pela Prefeitura para liberação da verba de R$ 1,9 milhão anunciada na semana passada, no qual detalham os valores do investimento do hospital em leitos UTI-Covid e para o custeio de demais necessidades.

A secretária municipal de Saúde de Araçatuba, Carmem Silvia Guariente, explica que a previsão informada pela Santa Casa, no plano de implantação dos leitos e equipamentos de UTI-Covid, acusou valor do investimento menor que o da subvenção do convênio pela Prefeitura, sendo de R$ 1,081 mi (um milhão e oitenta e um mil reais).

Em resposta, a Prefeitura de Araçatuba decidiu manter o compromisso com o valor inicial repassado à Santa Casa, de R$1,9 mi (um milhão e novecentos mil reais), destinando os restantes R$ 819 mil (oitocentos e dezenove mil reais) a custeios de apoio detalhados pela administração do hospital.

Segundo relatório de valores declarados no documento, assinado pelo provedor Claudionor Aguiar Teixeira, foram detalhados a destinação do valor para as seguintes naturezas de custeio: R$ 200 mil (duzentos mil reais) para aquisição de oxigênio; R$ 200 mil (duzentos mil reais) para EPIs – equipamento de proteção individual, como aventais, máscaras, luvas, gorros, propés e coberturas para óbitos; R$ 324,9 mil (trezentos e vinte e quatro mil e novecentos reais) para medicamentos, que incluem analgésicos e antitérmicos, antibióticos, anestésicos e eletrólitos, que compõem o kit intubação; R$ 50 mil (cinqüenta mil reais) para material médico-hospitalar e de enfermagem, como frascos, agulhas, seringas, cateter, sonda, etc; e R$ 44,1 mil (quarenta e quatro mil e cem reais) para enxoval (lençóis, fronhas, campo e avental cirúrgico).

Carmem lembra que o valor referente ao investimento em leitos equipados, de R$ 1,081 milhão, já havia sido depositado anteriormente e os R$ 819 mil restantes foram depositados na tarde de segunda-feira (30), após resposta da Santa Casa.

“Trata-se de um trabalho conjunto de busca e articulação de valores realizados pelo prefeito Dilador Borges e as secretarias municipais de Administração, Fazenda e Saúde, para que tudo saísse antes desse feriadão, com provisão totalmente realizada com recursos municipais, provenientes da SMSA (Saúde), o que permitiu essa resposta imediata a essa necessidade urgente, visto que o recurso do Governo Estadual só poderia atender legalmente por meio de aluguel de leitos e equipamentos e outras burocracias só sairiam na semana que vem”, valorizou Guariente.

Os totais R$ 1.900.000,00, cedidos por meio de convênio pela Prefeitura de Araçatuba à Santa Casa, é composto por R$ 1,1 mi (um milhão e cem mil reais), provenientes da devolução de parte do duodécimo da Câmara Municipal aos cofres da Prefeitura, e R$ 800 mil acrescidos pelo Executivo Municipal, com recursos próprios.