Publicado em 05 de março de 2021 às 14:00

A Prefeitura de Araçatuba irá aderir ao consórcio nacional para aquisição de vacinas contra a Covid-19.

A criação do consórcio foi decidida pela Federação Nacional de Prefeitos (FNP) em reunião com mais de 300 prefeitos na segunda-feira (1º). Ao conversar por videoconferência com os administradores, a entidade definiu os trâmites para que o consórcio seja constituído e instalado até 22 de março.

O consórcio dará suporte aos municípios caso o Plano Nacional de Imunização (PNI), do governo federal, não consiga suprir a demanda nacional.

A FNP reúne as 412 cidades com mais de 80 mil habitantes, mas os municípios que estão fora desse meio também podem participar. Mais de 100 municípios já indicaram intenção de participar. A ideia de constituir um consórcio público para aquisição de vacinas, medicamentos, insumos e equipamentos está fundamentada na Lei nº. 11.107/2005.

O prefeito Dilador Borges já autorizou a Secretaria Municipal de Saúde (SMSA) a fazer toda a tramitação para que o município participe da iniciativa. “Ainda não é possível saber quantas doses teremos disponíveis para a nossa cidade. Mas já estamos fazendo um estudo para alocação de verbas para saber nossa capacidade de compra. De toda forma, acredito que temos que ter várias estratégias para combater essa epidemia, que tem custado tantas vidas e também prejudicado nossa economia de forma preocupante”.