Publicado em 26 de março de 2021 às 09:17

Grupos de empresários de Araçatuba visitaram o prefeito Dilador Borges com proposta de auxílio financeiro à compra de doses de vacinas contra a Covid-19 para Araçatuba e a Prefeitura já encaminha solicitação de proposta a fornecedor.

Dilador explica que os empresários procuraram a Prefeitura e se disponibilizaram a angariar fundos para a aquisição das vacinas, sem qualquer vínculo ou exigência de marcas, fabricantes ou fornecedores, além de já deixarem disponíveis alguns contatos de representantes para a compra.

O secretário de Desenvolvimento Econômico e Relações do Trabalho, Marcelo Mazzei, informou que, após a promulgação das leis 14.124 e 14.125, de 10 de março de 2021, que possibilitam a compra de vacinas pelos municípios e por pessoas jurídicas de direito privado, a Prefeitura foi procurada por empresários que demonstraram a intenção de ajudar. “Portanto, realizamos todos os estudos dos processos de importação e conhecimento dos fornecedores. A Prefeitura, então, decidiu elaborar e enviar uma Carta de Intenções para aquisição das vacinas ao fornecedor. Após o aceite da carta de intenções, iniciaremos o processo de busca de recursos junto aos empresários, para viabilizar a compra”, descreve Mazzei.

A primeira carta de intenções foi destinada à distribuidora internacional de medicamentos TMT Globalfarm LTD, solicitando o envio de proposta comercial e condições para o fornecimento da vacina russa Sputnik V. “A princípio, estamos solicitando 220 mil doses. Ainda que a Sputinik não tenha a liberação da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) no Brasil, um parecer da mesma Anvisa, de mesma data (10 de março), libera a utilização de vacinas que já tenham certificação internacional”, justifica o secretário.

A secretária de Saúde de Araçatuba, Carmem Silvia Guariente, informa que a Prefeitura enviará cartas de intenções a todas as vacinas disponíveis no mercado, de modo a atender o mais rápido possível a necessidade da população, independente de marcas.

“Toda iniciativa para ajudar na compra de vacinas é bem-vinda, assim como têm sido bem-vindas todas as parcerias por parte desta administração, e nesta situação não será diferente, principalmente por sua importância para salvar vidas”, considera Dilador Borges.