Publicado em 19 de dezembro de 2018 às 12:15

Na noite de terça-feira (18), Abertura oficial do 1º Corpus Festiva de Dança, com participação especial dos alunos da Escola Municipal de Dança de Araçatuba, realizado no Vívere Eventi.

O evento é realizado pela Associação dos Artistas Teatrais da Região de Araçatuba (Associata), através do Fundo Municipal de Apoio à Cultura. A abertura contou com breves participações do prefeito Dilador Borges, do assessor executivo da Secretaria Municipal de Cultura, Luiz Claudio Benedito Jr, e da vereadora Tieza Lemos Marques, que recentemente deixou a pasta.

Na primeira noite do festival participaram 150 crianças da Escola Municipal de Dança, do pólo Cemfica TV, além de apresentações da Companhia de Dança Faces Ocultas, de Salto-SP, com o espetáculo Nupcial, e da Academia de Dança Stella Maris, de Araçatuba. A Escola Municipal de Dança funciona em seis pólos na cidade,atendendo ao total de 600 crianças.

O programa do Fundo Municipal de Apoio à Cultura funciona a partir de lançamentos de editais culturais, onde os melhores inscritos recebem recursos para realizar os eventos, que neste ano teve como vencedora a Associata. A Associata declara como seu objetivo promover, através deste festival, o intercâmbio entre os amantes da dança, reunindo a Escola Municipal de Dança com várias academias, grupos e profissionais de dança.

A programação vai até 23 de dezembro, com apresentações da Escola Municipal de Dança concentradas no Vívere Eventi.

Dança Municipal

A Escola Municipal de Dança funciona em seis pólos na cidade, atendendo ao total de 600 crianças. Gratuitas, as aulas são oferecidas para crianças de 5 a 18 anos, que acontecem na Casa de Cultura Adelino Brandão, no centro da cidade; Cemfica do bairro Jardim TV; Emeb Prof°Fausto Perri, no bairro Jardim Alvorada; Emeb Profª Egles Gabas de Carvalho, no bairro Vista Verde; Emeb Prof° Antonio Rodrigues Martins Neto, no bairro Lago Azul e Emeb Profª Roseli de Oliveira, no Atlântico.

As aulas são providas pela Academia de Dança Stella Maris e são oferecidos novos estilos de dança, como dança popular (catira), de salão, hip hop, jazz contemporâneo, entre outros.