Publicado em 12 de abril de 2017 às 15:15

A Samar (Soluções Ambientais de Araçatuba) lançou, nesta segunda-feira (20), o projeto “Jardins Filtrantes – uma solução sustentável”, no qual a Prefeitura de Araçatuba é parceira por meio das secretarias de Meio Ambiente, Cultura e Educação.

O projeto está instalado no Ribeirão Baguaçu, nas dependências da Samar, e consiste na construção de estruturas feitas de garrafas plásticas e mangueiras recicladas para abrigar plantas aquáticas que realizam a biorremediação. Esse é um processo em que organismos vivos reduzem ou removem a poluição do ambiente, em específico, do Ribeirão Baguaçu.

De acordo com a idealizadora do projeto, Ana Cristina Garrido Pazzini, o projeto não busca tratar a água que é utilizada pela população, mas sim a apresentação de uma ideia sustentável e em menor escala de controle de qualidade da água do rio.

Crianças do 4º ano da Emeb Professor Fausto Perri, no bairro Alvorada, visitaram as instalações do projeto, e acompanharam de perto as orientações da Samar com relação aos jardins filtrantes.

O prefeito Dilador Borges disse às crianças que elas são as grandes responsáveis pela preservação do meio ambiente, através da conservação com pequenos atos no dia a dia. Alunos e professores de diversos cursos do Unisalesiano irão analisar a qualidade da água periodicamente