Publicado em 05 de setembro de 2019 às 18:44

Quatro empresas foram beneficiadas, na tarde desta quinta-feira (05), em um pacote de concessão de uso de 12 lotes do parque e do distrito industrial de Araçatuba. Duas novas empresas vão se instalar nestes locais. A terceira vai expandir sua área ocupando novo terreno. Outra renovou sua concessão com planos de ampliar sua capacidade de produção. Atualmente, outras sete concessões estão sendo avaliadas.

A expectativa é a de que 100 empregos sejam criados diretamente em um prazo de um ano. As novas empresas têm seis meses para começarem as obras. Todas adiantaram, no entanto, que pretendem iniciar as construções nas próximas semanas.

As escrituras foram assinadas pelo prefeito Dilador Borges e pela vice-prefeita Edna Flor. Oito dos lotes entregues (incluindo a renovação) ficam no Distrito Industrial Alexandre Biagi. Os outros quatro ficam no Parque Industrial Maria Isabel Piza de Almeida Prado.

A renovação foi para a empresa Luciomed Farmacêutica do Brasil, que hoje tem 32 funcionários e tem projetos para ampliação de sua equipe no futuro. O sócio-proprietário Renato Lúcio de Oliveira destacou que a cessão do direito, no papel, dá segurança para a manutenção do cronograma de investimentos.

NOVOS

O empresário Alexandre Batista da Silva recebeu lotes no Parque Maria Isabel Piza de Almeida Prado para instalar uma empresa de pedras ornamentais e decorativas. Ele, que já atua na área e tem nove funcionários em sua atual sede no bairro São Rafael, destacou que este incentivo da Prefeitura será fundamental para “a ampliação da capacidade de trabalho e, consequentemente, geração de empregos”.

Após atuar por 12 anos no ramo da indústria têxtil na avenida Marechal Deodoro, na região central, o empresário Rafael Duarte recebeu lotes no Parque Maria Isabel. Ele, que conta com 30 funcionários, está otimista para levar toda a equipe e fazer novas contratações futuras. “Começamos uma nova e maior fase de nossa empresa, agora”, comentou Duarte. Também foi beneficiada, no pacote, a empresa LS Congelados Indústria e Comércio, que já atua no local e pediu nova área para expansão.

COMPROMISSO

Ao assinar as concessões, o prefeito Dilador Borges disse que a grande contrapartida que o município espera é a geração de empregos. “Antigamente, se dizia que era difícil conseguir área em nossa cidade. Fizemos um trabalho para dar agilidade. Agora, esperamos que vocês invistam, pois vamos fiscalizar. Esperamos que vocês gerem empregos”, disse Dilador.

O secretário de Desenvolvimento Econômico e Relações do Trabalho, Marcelo Astolphi Mazzei, destacou que a administração tem feito um trabalho permanente de acompanhamento das empresas para dar suporte técnico e até de qualificação de mão de obra.