Publicado em 25 de janeiro de 2019 às 18:11

A Prefeitura de Araçatuba, através da Secretaria Municipal da Fazenda (SMF), divulgou nesta sexta-feira (25) o orçamento para 2019 com receitas e despesas de todas as secretarias municipais.

Participaram da reunião secretários municipais, diretores, assessores executivos e servidores responsáveis pelos orçamentos. Foram expostos, na reunião, planejamento das receitas, previsão de arrecadação e despesas de cada pasta para o exercício de 2019.

De acordo com o secretário municipal da Fazenda, Josué Cardoso de Lima, o orçamento previsto da administração municipal para 2019 está em R$622.447.129,15.

Cardoso fez ainda um balanço do orçamento de anos anteriores, demonstrando que desde 2017, há média de 12,5% a menos de arrecadação. Em 2017, por exemplo, não foram arrecadados R$67.737.938,37 do previsto e, no ano seguinte, o valor subiu para R$72.656.562,43.

“Esperamos que nosso orçamento seja atendido em sua totalidade, porém temos histórico dos últimos dois anos o percentual de falta de arrecadação de 12,5% em média. Portanto, todas as secretarias precisam economizar pelo menos 15% do que estão prevendo para este ano”, concluiu.

O prefeito Dilador Borges pediu que as secretarias municipais continuem tendo cautela com o erário público. “Peço a todos que cuidam dos recursos de secretaria, que inicie o ano com o pé no freio. Nós passamos por dois anos de muita luta. Peço a vocês que continuem trabalhando dentro da premissa de fazer mais com menos. Ter produtividade e qualidade é possível se usarmos bem o recurso”.

A vice-prefeita Edna Flor destacou que as ações das pastas municipais devem ser pensadas para atender às pessoas da melhor forma, observando a necessidade e viabilidade de cada investimento. “Quero que pensem que tudo o que é utilizado a nível de recurso, influencia na vida das pessoas. Nós temos uma grande responsabilidade social, por isso precisamos ter consciência e respeito no uso do recurso. O que me deixa feliz e parabenizo cada um de vocês é que, em dois anos de administração, nós não respondemos por nenhum processo de improbidade administrativa. Isso mostra que estamos trabalhando com transparência e seriedade”.