Publicado em 04 de maio de 2018 às 09:18

Na manhã de quinta-feira (3), o prefeito Dilador Borges recebeu o governador do Estado de São Paulo, Marcio França, no aeroporto de Araçatuba, e entregou-lhe documentação com pedido de R$ 5 milhões para custeio de obras de recape e sinalização de transito em vias da cidade.

O encontro no Aeroporto Dario Guarita foi a primeira parada de Marcio França em agenda de visitas a municípios da região. Em Brejo Alegre, o governador entregou 54 moradias da CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional Urbano).

Na recepção estiveram também a vice-prefeita Edna Flor, o presidente da Câmara Rivael Papinha, que é do mesmo partido do governador (PSB), vereadores de Araçatuba e região, prefeitos, além de lideranças e simpatizantes partidários.

Verba

Os R$ 5 milhões solicitados pelo prefeito Dilador Borges ao governador Marco França são para execução de obras e serviços de infra estrutura urbana, para recapeamento asfáltico, sinalização viária horizontal e vertical e placa de obra, em diversas ruas do município.

Como justificativa ao pedido, constante no plano de trabalho, foi relatado o estado precário de conservação do pavimento existente e necessidade das obras e serviços citados, em função do desgaste provocado por trafico é intenso nas localidades, cujas vias atendem a residências e prédios públicos.

Também consta da justificativa que, embora os serviços de recapeamento asfáltico, sinalização viária e placa de obra, objetos da licitação, sejam distintos, eles são complementares, ou seja, a sinalização horizontal e vertical somente poderá ser executada após a execução do recapeamento, além de que a renovação do asfalto sem a sinalização viária é passível de acidentes de trânsito e do caos viário, sendo necessário serem executadas conforme cronograma, de forma a não prejudicar o andamento da obra e a população local.

As obras prevêem beneficiar 60 mil famílias, em área de intervenção total de 164 mil metros quadrados, com prazo para execução da obra de 150 dias a partir da emissão da Ordem de Serviço.

Valor total do projeto é de R$ 5.305.828,59, sendo R$5 milhões de repasse estadual e R$305.828.59 de contrapartida municipal.