Publicado em 21 de maio de 2019 às 10:00

A Semana de Combate à Violência e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes terminou no sábado (17), com diversas atividades no calçadão da Marechal, no centro de Araçatuba.

O evento contou com o apoio de uma equipe de recreação que ofertou pipoca, algodão doce e fez pinturas no rosto das crianças que passaram pela tenda, a equipe do Creas (Centro de Referência Especializado de Assistência Social) entregou ao público folder com informações sobre o combate a violência e exploração sexual de crianças e adolescentes, canetas e ioiôs. Também participaram da atividade os bombeiros civis.

Segundo a coordenadora do Creas, Patrícia Mayra de Oliveira Silva, cerca de 2.800 pessoas foram abordadas pelas equipes para receber os panfletos e informações sobre o tema, além das crianças que se divertiram com as atividades feitas para elas. “Nosso objetivo foi atingido, queríamos informar a população sobre a campanha e conseguimos chamar a atenção de muitos que passaram pelo calçadão. É importante enfatizar que apesar de haver uma semana para mobilizar, nosso trabalho é feito diariamente no Creas. Quem souber de casos de exploração sexual de crianças e adolescentes, não se cale, denuncie através do disque 100”.

A proposta da mobilização que contou com atividades durante toda a semana foi sensibilizar, informar e convocar a sociedade a participar da luta em defesa dos Direitos Sexuais de Crianças e Adolescentes, garantindo o direito ao desenvolvimento de sua sexualidade de forma segura e protegida, livres dos abusos e da exploração sexual.

De acordo com dados do Creas, o número de casos de crianças e adolescentes que sofreram agressão aumentou em relação ao ano passado. Em março de 2018, por exemplo, foram registrados 195 casos. Já em março deste ano, o número aumentou, tendo 236 casos atendidos pelo Creas.