Publicado em 06 de março de 2019 às 14:00

As obras de prolongamento da avenida Pompeu de Toledo estão prestes a começar.

Foi assinada, nesta quinta-feira (28), pelo prefeito Dilador Borges, a ordem de serviço para implantação de galerias de águas pluviais e pavimentação asfáltica na  avenida Pompeu de Toledo.

A empresa TMK Engenharia S.A. fará a implantação de galerias de águas pluviais por R$8.333.057,61. Já a construtora Sanches e Sanches LTDA. fará o serviço de pavimentação asfáltica. O serviço custará R$2.986.175,02. No total, o investimento será de R$11.319.232,62,  recurso proveniente do Desenvolve SP, 14% a menos que o previsto, de R$13.230.034,46.

De acordo com o assessor executivo de Planejamento Urbano e Habitação, Claudiocir Fernandes, o prazo total para entrega da obra é de 18 meses e que, na próxima segunda-feira (4), a empresa já iniciará o serviço. “Será feita, inicialmente, a implantação de galerias de águas pluviais, para canalização do córrego Machadinho. Após essa etapa, a outra empresa dará início à pavimentação asfáltica”.

ETAPAS
A obra foi dividida em dois lotes. O primeiro compreende a implantação de aduelas de concreto para canalização do córrego Machadinho, na dimensão de 2,5 x 2,5 m, entre a avenida da Saudade e Rua Tupinambás.

O segundo lote destina-se à pavimentação asfáltica da avenida Pompeu de Toledo, dos dois lados da via, entre a Rua Tupinambás e Rodovia Marechal Rondon e ruas adjacentes.

Há a previsão de construção de ciclovias com alça de conversão e concordâncias de esquinas com a rua América do Sul. As benfeitorias trarão melhoras de infraestrutura e urbanismo, além de acréscimo de qualidade em mobilidade urbana e aquecimento econômico das áreas que receberão melhor acesso ao centro e outras ruas.

Presenciaram o ato a vice-prefeita Edna Flor, os vereadores Tieza Lemos Marques (presidente da Câmara), Rivael Papinha, Márcio Saito, Gilberto Batata Mantovani, o secretário municipal de Administração, Arnaldo Morandi, o assessor executivo de Planejamento Urbano e Habitação, Claudiocir Fernandes, o engenheiro Gustavo Rodrigues Sanchez, representando a empresa Sanchez e Sanchez, e José Gondim de Alencar, representando a empresa TMK Engenharia.