Publicado em 30 de outubro de 2018 às 09:40

A Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS), através do Centro de Referência da Assistência Social (Cras) do bairro São José, realizou, na última quarta-feira (24), o primeiro módulo de uma oficina de trabalhos artesanais com fibra de bananeira. A atividade reuniu mulheres que fazem parte do Ponto de Apoio da Jacutinga, bairro rural atendido pelo Cras São José.

A oficina está sendo ministrada por profissionais da Quality Trabalho, através de recurso do Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (PAIF). É o que explica a assistente social e coordenadora do Cras São José, Ana Paula Rocha Soares, que esclarece que a grande intenção da ação é oferecer às mulheres do Ponto de Apoio Jacutinga autonomia pessoal através dos trabalhos que podem ser desenvolvidos com fibras de bananeira.

Ana Paula ainda explica que a oficina está sendo desenvolvida em 3 módulos. No primeiro, as mulheres aprenderam a retirar a fibra de bananeira e deixar para secar. No segundo, que será realizado dia 08 de novembro, elas aprenderão a preparar e tingir a fibra. Por fim, o terceiro, que acontecerá no dia 13 de novembro, será voltado à realização de técnicas e trabalhos indígenas com as fibras. É quando serão produzidos enfeites, cumbucas, jogos americanos e outros objetos.

“O motivo da escolha do Ponto de Apoio da Jacutinga para a realização desse trabalho é que, por se tratar de um bairro rural, as pessoas não conseguem se deslocar com facilidade à cidade para trabalhar. Com essa oficina, as participantes ganham a possibilidade de trabalhar em casa, já que existem bananeiras nos arredores de onde moram. Isso pode funcionar como uma atividade terapêutica”, acrescenta Ana Paula.