Publicado em 06 de janeiro de 2022 às 12:51

A Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (SMMU) de Araçatuba decidiu fazer a interdição provisória da avenida José Telles de Menezes em seu cruzamento com a avenida Abraão Buchalla.

A mudança não afeta a circulação direta pela avenida Abraão Buchalla, onde os motoristas podem fazer normalmente o cruzamento, mantido o respeito às leis de trânsito.

Já quem trafega pela avenida José Telles de Menezes deverá acessar a mão direita de sua respectiva pista da avenida Abraão Buchalla e seguir até o próximo retorno, de onde então poderá tornar a acessar a avenida José Telles de Menezes, de modo a não cruzar de maneira direta.

A restrição para quem trafega pela avenida Abraão Buchalla será apenas a de não mais poder fazer a conversão direta à esquerda no cruzamento, devendo também acessar seus retornos posteriores, para então acessar a outra avenida.

O secretário Marcelo Reis (SMMU) destaca que os canteiros centrais da avenida são largos, visto que abrigam torres de alta tensão, fator que confere segurança aos veículos para fazerem o retorno em questão, nos dois sentidos.

Reis afirma que a sinalização de interdição da avenida será mantida provisoriamente para fins de estudo de comportamento dos condutores e a dinâmica do trânsito no local, se haverá eliminação dos conflitos. Ao mesmo tempo, quer ouvir os condutores que passam pelo local constantemente. a saber se deverá tornar permanente ou não a interdição. “Por enquanto, a medida mostrou-se bastante eficaz. O único impacto é o de que o condutor terá que andar uns 100 metros, um pouquinho a mais em nome da segurança”, relata o secretário.

Anteriormente houve o estreitamento da circulação na avenida José Telles de Menezes para apenas uma faixa no trecho em questão, o que será mantido por enquanto, segundo o responsável da pasta. Foi implantada sinalização para limite de velocidade de apenas 30 Km/h na area de cruzamento e legendas de solo antes dos cruzamentos, com as informações “Atenção” e “Devagar”.

Também está proibido parada e estacionamento nas áreas de cruzamento, havendo uma faixa de 30 m entre a esquina os recuandos. “Será mantido monitoramento no local para observação e feedback dos condutores”, garante Reis.