Publicado em 10 de março de 2020 às 17:29

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (SMMAS) de Araçatuba realizou, na última sexta-feira (6), reunião com munícipes, empresários, representantes da sociedade civil e universidades para levantamento de parcerias e sugestões para implantação de um Centro Municipal de Educação Ambiental (CEA) a ser instalado no Parque Ecológico Baguaçu (PEBA).

A ideia, segundo o chefe de gabinete da SMMAS, Marcelo Oliveira, é construir participativamente o projeto de implantação, levando em consideração as demandas locais de necessidades e temas a serem trabalhados, assim como formas de aproveitar as potencialidades do parque no processo de sensibilização ambiental do público que o visitará.

O PEBA foi criado pelo decreto nº 3.129, de 22 de novembro de 1988 e atualmente é aberto ao público das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira. Para os visitantes, o parque conta com trilhas, espaço para piquenique e monitores ambientais que, com agendamento prévio, acompanham os grupos de visitantes.

Nesta primeira reunião estiveram presentes representantes do Centro Universitário Toledo, da Universidade Paulista (UNESP), da ONG Clube da Árvore de Araçatuba, do Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente (COMDEMA), do Conselho Municipal de Turismo (COMTUR), do Rotary Clube, de estúdio de ioga no município, da SAMAR, de técnicos da SMMAS além da presença da arquiteta urbanista Selma Rico, servidora municipal já aposentada que contou sobre a história do parque e do processo de restauração ecológica iniciado em 1988, o qual ela fez parte.

Em 2019, foi assinada pelo prefeito Dilador Borges, a ordem de serviço para adequação da infraestrutura turística do parque. A intenção, segundo o assessor executivo da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (SMMAS), Lucas Savério Proto, é de tornar o ambiente propício para o desenvolvimento de ações de educação ambiental e a reunião foi importante para que todas as esferas interessadas fossem ouvidas e integradas no processo de criação do espaço.

Com a criação do CEA, Araçatuba cumprirá o estabelecido na diretiva “Estrutura e Educação Ambiental”, uma das exigências do Programa Município Verde Azul (PMVA), programa no qual o município aderiu em 2017 e busca a certificação.

 

PRÓXIMA REUNIÃO

A próxima reunião ocorre na sexta-feira (13), às 16h, na sede do PEBA e todos os interessados são bem-vindos para colaborar no processo. Na ocasião ocorrerá a apresentação da compilação de ideias discutidas na primeira reunião e aperfeiçoamento da proposta de projeto para implantação do CEA, que posteriormente será apresentado ao prefeito Dilador Borges.