Publicado em 30 de setembro de 2019 às 18:39

No sábado (28), a Prefeitura de Araçatuba inaugurou duas Unidades de Processamento de Alimentos, uma no Assentamento Araçá e outra no Assentamento Hugo Herédia. Na ocasião, também foram entregues oficialmente as obras de recuperação das estradas internas dos dois assentamentos.

No assentamento Araçá, foram realizadas obras de readequação em 13,01 km de estradas internas, com melhoria da plataforma e aplicação de brita em toda extensão da obra, que antes apresentava sérios problemas de trafegabilidade devido o ineficiente sistema de drenagem, que foi corrigido com a reforma e construção dos chamados “bigodes”.

A obra foi feita através de convênio com o Incra (Instituto Nacional de Colonização Agrária) e realizada pela CODASP (Companhia de Desenvolvimento Agrícola de São Paulo). No total, foram investidos R$ 530.706,61, contando com o apoio da Prefeitura Municipal na elaboração do projeto, convênio, contrapartida financeira e execução das obras.

Também foi reconstruído o aterro rompido em um açude, que representava um grave problema no transporte de alunos. Como resultado final, temos uma malha viária interna trafegável, melhorando o escoamento da produção, o acesso dos moradores à educação, saúde e outros afazeres, que antes era precário, principalmente no período chuvoso.

No Hugo Herédia, foram realizadas obras de readequação em 14,11 km, com a melhoria da plataforma e aplicação de brita em toda sua extensão. Com obra realizada pela CODASP, o valor global foi de R$ 688.986,61, contando com o apoio da prefeitura na elaboração do projeto, convênio, contrapartida financeira e execução das obras. Também foi reconstruído o aterro rompido em um açude, o que representava um grave problema no transporte de alunos.

UNIDADES DE PROCESSAMENTO DE ALIMENTOS

As Unidades de Processamento de Alimentos dos dois assentamentos serão espaços para classificar, higienizar, processar e embalar os alimentos da agricultura familiar, permitindo o processamento de verduras e legumes para o mercado local, feiras livres e programas institucionais como o PAA (Programa de Aquisição de Alimentos), PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar) e o PPAIS (Programa Paulista da Agricultura de Interesse Social).

Este processamento agregará valor aos alimentos produzidos pelos assentados, facilitando a venda direta ao consumidor, o que representa maior renda com a produção. Também possibilitará local adequado para os agricultores familiares se reunirem para organizarem e comercializarem a produção de suas unidades familiares.

Na Unidade do assentamento Araçá, foram investidos R$ 240.468,94, sendo R$ 221.231,43 de recursos do INCRA e de R$ 19.237,51 de contrapartida da prefeitura.

No Hugo Herédia, a conhecida “Casa Amarela” foi reformada, com investimento de R$ 67.963,52, sendo R$ 62.526,44 de recursos do INCRA e de R$ 5.437,08 de contrapartida da prefeitura.

COMPROMISSO ASSUMIDO

Em cumprimento ao compromisso feito pelo prefeito Dilador Borges, assumido no ano passado, também foi entregue um trator aos moradores do Assentamento Araçá. O equipamento foi cedido pelo Incra e repassado aos produtores rurais.

Aos moradores do assentamento Hugo Herédia, foi destinada uma grade niveladora, que vem como um complemento ao trator entregue em 2018 pela prefeitura. O investimento para a compra da grade niveladora foi de R$10.900,00. Este implemento vem ao encontro com as necessidades da Associação das Pequenas Produtoras Rurais Bravas Guerreiras, que irá gerenciar o uso do implemento no preparo do solo.

MAIS INVESTIMENTOS

Nas duas cerimônias, o prefeito Dilador Borges firmou o compromisso de, até o final de seu mandato como prefeito, entregar mais um trator, que será destinado ao assentamento Chico Mendes. Ele também disse que irá solicitar ao Incra a cessão do uso da área da Emeb Adriano Goulart Arruee, no assentamento Hugo Herédia, para que a prefeitura possa reformar a unidade escolar.

Estiveram presentes, além da população, o superintendente do Incra, Edson Alves Fernandes , o assessor executivo da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Agroindustrial, Arnaldo Vieira Filho (Dindo), a presidente da ASBRA (Associação das Pequenas Produtoras Rurais Bravas Guerreiras), Maria de Lourdes Xavier Barboza, e a presidente da Associação Córrego Azul, Eliana da Silva Oliveira.