Publicado em 18 de outubro de 2019 às 11:48

A capela foi erguida entre1912 a 1914 em homenagem a santo Onofre, o primeiro padroeiro de Araçatuba, sob a ação de José Cândido, que chefiava os sertanistas. Era feita de tábua e em 1915 um incêndio a destruiu completamente. Foi então reconstruída com a ajuda de um casal de devotos, às margens da estrada de ferro, em uma propriedade rural, e inaugurada no dia 25 de março de 1919, pelo frei Ricardo Deno e celebrado a missa. Precisou ser retirada desse local devido a mudanças estruturais na ferrovia.

Santo Onofre era conhecido e venerado por sua intercessão pela cura do álcool. Em 1921, Araçatuba recebeu a visita do bispo diocesano de Botucatu, dom Lúcio Antunes de Souza que, não se agradando do padroeiro, pediu que fosse alterado para Nossa Senhora Aparecida.

Com a mudança, a capela foi transferida para onde localiza-se hoje – na Avenida Mário Covas, 3.230, e reformada na década da 1990. Em setembro de 1997 foi tombada como Patrimônio Histórico Municipal pelo nosso Condepha.

Todos os anos, no dia 12 de junho, a Igreja Católica realiza missa na Capela, em louvor a Santo Onofre.