Publicado em 26 de setembro de 2022 às 15:02

O Centro de Lazer “João Miranda de Souza”, conhecido como Lagoa do Miguelão, recebe no próximo sábado (1), às 17h, o espetáculo de dança “As Mulheres do Sol e o Balão”, da Cia. Base. A ação acontece através do programa Circuito SP, que tem gestão da Amigos da Arte e da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo. A entrada será gratuita e livre para todos os públicos, sem retirada prévia de ingressos.

A Cia. Base se dedica à criação e pesquisa da dança vertical integrada com o circo contemporâneo, cinema e teatro, buscando construir um corpo que dança e se comunica através dos limites da gravidade A companhia também busca investigar um vocabulário comum entre a palavra, a imagem e o movimento.

O espetáculo conta a história de Maria Aida, que contrata um inventor do século XVIII para criar uma máquina capaz de voar. Juntando alguns marujos, consegue construir a nave-balão e preparar seu lançamento ao espaço. Com a ajuda do fogo e lutando contra fortes ventos, a nave traz para a terra as mulheres do sol, vindas do passado, voando num balão a 20 metros de altura.

A concepção, direção geral, roteiro e dramaturgia são de Cristiano Crimino; coreografia é de Laíz Latenek; e preparação circense é de Jade Gouvêa. O técnico de segurança vertical é Sérgio de Souza e o apoio técnico é de Sergio Avante.

Sobre o programa

O CircuitoSP é um programa da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, gerido pela Amigos da Arte, que promove a difusão artístico-cultural descentralizada no estado de São Paulo, por meio da circulação de apresentações e ações formativas de artistas e grupos com comprovada relevância em municípios de todas as macrorregiões, com portes populacionais e econômicos diversificados, em parceria com prefeituras municipais.

Os 120 municípios parceiros de 2022, selecionados através do programa Juntos Pela Cultura, receberão quatro espetáculos no segundo semestre, de forma a diversificar a oferta cultural nas regiões e compor programação artística de qualidade, valorizando teatros, centros culturais e espaços alternativos locais. Somente no Circuito SP são R $6,7 milhões investidos pelo Governo do Estado de São Paulo em todas as regiões, viabilizando 480 atividades culturais.

O CircuitoSP fortalece ainda as ações formativas, nas quais os artistas escalados podem trocar experiências e conteúdos com alunos de escolas públicas, ONGs, outros espaços de formação e aprendizado e o público em geral depois dos espetáculos.