Publicado em 08 de fevereiro de 2019 às 17:33

A Incubadora de Startups e Bases Tecnológicas da Prefeitura de Araçatuba, que integra a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Relações do Trabalho, dará início a nova fase de palestras e meetups na segunda quinzena de fevereiro.

Como primeira atividade do ano, a Incubadora oferecerá atividades com o tema Inteligência Artificial, realizadas em parceria com a empresa araçatubense Solinftec, do ramo de soluções em informática para gestão de produção no agronegócio.

Tiago Pereira Scarpin, diretor de produtos e produção, e Cristiano Requena, coordenador de marketing da Solinftec, descrevem a empresa, criada por empresários cubanos em Araçatuba há 11 anos. “Demos os primeiros passos e seguimos trabalhando com o setor sucroenergético, buscando, atualmente, atender os setores de grãos, fibras e cultivos perenes e já temos em perspectiva a pecuária”, conta Requena.

Segundo Scarpin, Araçatuba foi escolhida por sua localização estratégica. “Fica num eixo com raio de 200 km com boa quantidade de usinas que já são nossas clientes, garantindo melhor atendimento. Já temos outras unidades em outros estados, como no Mato Grosso, onde começamos com grãos, em Nova Mutum, Sinop e Rio Verde, além de escritórios em Miami-Flórida e próximo a Chicago, e na Colômbia. Todas essas unidades são replicadoras de nossos produtos, pois todo a criação e desenvolvimento é aqui, em Araçatuba”.

O “knowhow” a ser compartilhado trará noções de captação, organização, processamento e análise de dados de diversos formatos e fontes, geração de propostas de soluções, automatização e otimização de processos para economia de tempo e custos. As tecnologias e equipamentos abordados são dedicados a conectividade, monitoramento de operações e clima, automação, gestão de atividades e comunicação em tempo real.

Segundo o secretário municipal Marcelo Astolphi Mazzei, da SMDERT, a programação tem públicos-alvos e gêneros variados, buscando atingir empresários, estudantes de engenharia, computação, criação e produção de software, mecatrônica e administração.

De acordo com Scarpin, a intenção é passar o conhecimento em administração, publicidade, valorização do produto, incentivar crianças no ensino fundamental e médio, fomentar a tecnologia na cidade, além de promover ação social formando profissionais para o futuro.

“Poderão, quem sabe, trabalhar tanto pra nós como para outras empresas de tecnologia da cidade, assim fomentando um pólo tecnológico em Araçatuba. Nossa empresa tinha 80 funcionários e hoje contamos com 430 profissionais, fomentando a economia local, hoteleira, imobiliária, moveleira, gastronômica e de tecnologia”, incentiva Requena.

Science Day

Está prevista a parceria da Prefeitura de Araçatuba, através da SMDERT, com o Unisalesiano para o Science Day, dos dias 24 e 25 de setembro, promovido pela NASA (National Aeronautics and Space Administration ou Administração Nacional da Aeronáutica e Espaço, agência do Governo Federal dos Estados Unidos da América), Câmara Brasil-Flórida de Comércio e o Candid Space/ Cabo Canaveral.

A participação de Araçatuba será por meio de apresentação de projetos e pesquisas, com presença de pessoal da NASA. “É a maior feira de ciência e tecnologia do mundo fora dos EUA, a ser realizada em Araçatuba, nas dependências do Unisalesiano. A Nasa trará equipe com um astronauta, astrofísicos e cientistas, e participarão do evento estudantes de 1º e 2º grau, faculdades de engenharia, criação de games e afins e empresas de tecnologia de Araçatuba, que mostrarão seu projetos e pesquisa para a NASA. Zero de dinheiro público e entrada franca, provido pelo Unisalesiano e empresas que montarão seus estandes, com parcerias com outras universidades, além da equipe da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação do estado de São Paulo. O Science Day só ocorreu em 5 cidades brasileiras e vai colocar Araçatuba no cenário internacional”, enfatiza Mazzei.