Publicado em 18 de agosto de 2021 às 16:43

A unidade receberá descarte de embalagens vazias de defensivos agrícolas de agricultores de 36 municípios.

O inpEV (Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias) acaba de anunciar o início das atividades da central de recebimento de embalagens vazias de defensivos agrícolas de Araçatuba (SP). A inauguração ocorreu em 18 de agosto, durante as comemorações do Dia Nacional do Campo Limpo, com a presença de autoridades, representantes do Instituto e outros convidados.

A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Brasil, Tereza Cristina Correa Costa Dias, participou da abertura com entrada ao vivo, por vídeoconferência.

O diretor-presidente do inpEV, João César Rando, informou que a nova unidade ampliará a capilaridade do Sistema Campo Limpo – programa de logística reversa de embalagens vazias de defensivos agrícolas – ao atender cerca de 500 produtores rurais de mais de 36 munícipios. “A unidade receberá o material diretamente dos agricultores e de quatro postos fixos da região e terá capacidade de receber e processar 600 toneladas/ano de embalagens vazias de defensivos agrícolas”, explica Rando.

A inauguração da nova central faz parte da busca constante do Sistema Campo Limpo por facilitar o cumprimento da obrigação legal do agricultor de devolver as embalagens pós-consumo, que são encaminhadas para destinação ambientalmente correta. “Hoje o Sistema recebe 94% das embalagens plásticas comercializadas e, destas, 93% são enviadas para reciclagem e 7% são incineradas”, finaliza o diretor-presidente do inpEV.

Cerimônia e homenagem

Na cerimônia de inauguração da unidade Araçatuba, o servidor público municipal Antonio Carlos Theodoro Seabra, conhecido como Toninho, diretor da SMDERT, e Cláudio Cortez, Gestor da Central de Recebimento de Bilac, foram homenageados pelo inpEV como representantes das prefeituras de suas cidades, pelos serviços prestados ao setor.

Estiveram presentes o prefeito de Araçatuba, Dilador Borges; a vice-prefeita, Edna Flor; o vereador e presidente da Câmara Municipal de Araçatuba, Dr. Alceu Batista de Almeida Jr; os secretários municipais Arnaldo dos Santos Vieira Filho (Governo e Agroindustrial); Lucas Savério Proto (Meio Ambiente e Sustentabilidade) e Marcelo Astolphi Mazzei (Desenvolvimento Econômico e Relações do Trabalho de Araçatuba); José Valverde, representante do Secretário Estadual do Meio Ambiente, Marcos Penido; Oscar Saito, responsável pela Governança dos Parques Industriais de Araçatuba; e Silvia Antoniali do Carmo, representando Itamar Borges, Secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo

Em pronunciamento ao encerramento do evento, o prefeito Dilador Borges agradeceu o investimento do inpEV em Araçatuba. “O trabalho do instituto contempla esta cidade com sua unidade, conferindo a nós o sentimento de reconhecimento como importante parque industrial e centro logístico. Também somos gratos pela amplitude deste projeto, que pode contar com a continuidade da nossa disposição por parcerias, pois é um projeto de natureza para o bem da cidade e para o bem da humanidade”.

Informações da Central

Gerenciada por César Augusto Santana, a unidade fica na rua Walter Luiz Casteletto, 513, Bairro Parque Industrial Maria Isabel de Almeida Prado, CEP: 16.080-755. O telefone de contato é (18) 9.9647-0854.

Sobre o Dia Nacional do Campo Limpo

O Dia Nacional do Campo Limpo foi instituído no calendário brasileiro em 18 de agosto, por meio da Lei Federal 11.657 de 16 de abril de 2008. Desde então, cerca de um milhão de pessoas, de todo o país, já participaram das comemorações. A celebração da data é realizada pelas unidades de recebimento de embalagens vazias, com apoio do inpEV, seus associados fabricantes de defensivos agrícolas, entidades representativas do setor, organizações públicas (governo municipal e estadual) e privadas, além de outros apoiadores locais.

Sobre o inpEV

Desde 2002, o inpEV (Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias) é entidade gestora do Sistema Campo Limpo nas atividades de destinação de embalagens vazias de defensivos agrícolas e promove ações de conscientização e educação ambiental sobre o tema, conforme previsto em legislação. É uma instituição sem fins lucrativos formada por mais de 100 empresas e nove entidades representativas da indústria do setor, distribuidores e agricultores.

Sobre o Sistema Campo Limpo

O Sistema Campo Limpo tem como base o princípio das responsabilidades compartilhadas entre todos os elos da cadeia produtiva (agricultores, fabricantes e canais de distribuição, com apoio do poder público) para realizar a logística reversa de embalagens vazias de defensivos agrícolas. O Brasil é referência mundial na destinação ambientalmente correta do material, encaminhando 94% de embalagens plásticas primárias para reciclagem ou incineração.

Mais informações sobre o inpEV e o Sistema Campo Limpo estão disponíveis no site www.inpev.org.br, no Facebook, Youtube e Instagram.