Publicado em 20 de setembro de 2019 às 15:14

Acesso Avançado. Esse é o novo conceito de atendimento que a Organização Social de Saúde (OSS) Mahatma Gandhi, de Catanduva, desenvolverá em Araçatuba para transformar completamente o atendimento das Unidades Básicas de Saúde (UBS).

A empresa foi vencedora de processo licitatório e fará a co-gestão das unidades. Uma equipe de funcionários da Prefeitura de Araçatuba visitou, nesta sexta-feira (20), a sede da Organização Social de Saúde (OSS) Mahatma Gandhi.

ACESSO AVANÇADO

A equipe da OSS apresentou o Acesso Avançado, que já funciona em Catanduva e será implantado em Araçatuba. Trata-se de uma modalidade de trabalho que destina 70% do atendimento à livre demanda, ou seja, o paciente é atendido na hora pelo médico. O restante, 30%, é destinado ao agendamento, normalmente para gestantes e solicitações feitas pelo médico. O tempo de espera para consulta é de apenas 48h.

As instalações foram apresentadas à assessora executiva da Secretaria Municipal de Saúde (SMSA) de Araçatuba, Mauriceia Muto, à diretora do Departamento de Atenção Básica, Cristiane Camargo de Almeida, ao secretário de Comunicação Social de Araçatuba, Jonathas Magalhães, e ao diretor de Comunicação Social, Luis Fernando Gonçalves. Além de conhecer as instalações, a visita teve por objetivo estabelecer mais proximidade com a OSS, para que os serviços sejam sempre bem prestados.

De acordo com Mauriceia, esse é o segundo passo importante na Saúde em Araçatuba. “Primeiro tivemos a adequação dos serviços do pronto socorro municipal, pertencente à Urgência e Emergência. Agora, estamos readequando o atendimento e modalidades de serviços nas UBS, da Atenção Básica. Melhorando o atendimento nesses locais, com certeza ‘desafogará’ o PS. A experiência que a Saúde de Catanduva tem pode nos ajudar muito, já que nesse município, 88% dos atendimentos são resolvidos na própria UBS, sem encaminhamentos”.

NA PRÁTICA

A equipe também visitou uma UBS em Catanduva e presenciou alguns procedimentos. Uma das médicas da unidade explicou que, antes do Acesso Avançado, a população chegava às 7h da manhã, pois não tinham certeza do horário de atendimento. As filas se formavam e as reclamações eram muitas, isso se tornava cansativo para a equipe e principalmente para os pacientes. Quando o acesso avançado foi implantado, conta a médica, os pacientes foram se adaptando e sabem que todos os dias tem médico para atendimento, sem filas.

A usuária Caroline, de 27 anos, disse que sempre precisa passar por atendimento na UBS porque está gravida. “Antes, mesmo se eu estivesse doente, não queria vir à UBS porque a fila era sempre muito grande. Hoje, com esse Acesso Rápido, realmente funciona. Vir aqui se torna até agradável, porque não tem espera, não tem nervoso”.

FUNCIONÁRIOS SERÃO MANTIDOS

Um dos pedidos do prefeito Dilador Borges inclusive previsto no edital, é de que os funcionários fossem respeitados nesse momento de transição. “A saúde sempre foi, é e será nossa prioridade. Pedi à Carmem, secretária de Saúde, que os funcionários atuais sejam respeitados como sempre foram”.

A secretária municipal de Saúde, Carmem Guariente, afirma que esse é um momento histórico para Araçatuba. “É um verdadeiro divisor de águas na Saúde. Essa modalidade de atendimento tem dado bons frutos em Catanduva e ficamos felizes que a OSS trará esse serviço para Araçatuba”.

Segundo a associação, a projeção é de que, além dos atuais, sejam contratados mais 100 novos funcionários. A nova empresa começa o processo de transição em outubro.