Publicado em 06 de outubro de 2022 às 16:42
Às 20h do próximo sábado (8), o espetáculo “A Vela”, com Herson Capri e Leandro Luna, dá início às atividades do Festival de Teatro de Araçatuba (Festara). A apresentação acontece na Associação Cultural Nipo-Brasileira de Araçatuba.
 
Todo o festival é gratuito e para as atrações em espaços fechados é necessária a retirada antecipada de ingressos na sala 12 do Multishop, em 6 e 7 de outubro, das 9h às 17h.
 
A peça de sábado conta a história de Gracindo. Prestes a se mudar, precisa empacotar suas coisas e acaba revirando seu passado enquanto a falta de luz o obriga a usar uma vela. Quem chega para ajudar nessa mudança é Cadú, ou melhor, Emma Bovary, seu filho drag queen que retorna para tentar as pazes com seu velho pai e entender o que fizera um homem tão culto agir de forma tão violenta. Mas Cadú ou Emma tem apenas até a vela se consumir para se resolver com seu pai em uma conversa.
 
O Festara chega a sua 18ª edição com o objetivo de trazer diversidade para as ruas e proporcionar o reencontro entre a arte e a cidade. Outra proposta é realizar um evento que seja amplo e democrático, ocupando também equipamentos distantes do Centro. Serão mais de trinta atrações, entre elas dezoito espetáculos, três shows de música e quatro atividades formativas.
 
Caique Teruel, presidente da Associação dos Artistas Teatrais da Região de Araçatuba (Associata) e diretor-geral do evento, destaca que “existe sempre uma grande expectativa da organização, dos artistas e do público em relação à edição anual do Festara e este ano ela se torna muito simbólica. Depois de dois anos sem a possibilidade do contato e da troca através da cultura, a expectativa se multiplica. O Festara, ao longo dos anos, se tornou o maior festival de artes cênicas de Araçatuba e região e a cada ano se estabelece como uma prioridade no calendário cultural da cidade”.
 
Tieza Lemos Marques, secretária municipal de Cultura, pontuou que a cidade se prepara para se transformar, nos próximos nove dias, na capital nacional do teatro amador. “O Festara, além de consolidar essa linguagem [o teatro] como uma das mais importantes formas da manifestação cultural, proporciona a aproximação dos nossos talentos com aqueles artistas de expressão nacional”.
 
“É uma grande oportunidade de oferecer entretenimento de qualidade à população em vários espaços públicos abertos, como a Lagoa do Miguelão, e fechados, como o Teatro Castro Alves. Confiram a programação e prestigiem. A programação está primorosa”, concluiu a secretária.
 
O Festara é realizado pela Associata e Secretaria Municipal de Cultura de Araçatuba. Recebe o apoio do Sesc Birigui, Amigos da Arte e outras entidades. Conta com recursos do edital RetomadaSP da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo.
 
Acesse a programação completa em: