Prefeito

Dilador Borges

Dilador Borges Damasceno é mineiro de Itapagipe, mas reside em Araçatuba desde 1985. Casado com Deomerce Souza Damasceno, tem três filhos: Luciana, Fabiana e Fábio. É avô de Luiza, Pedro e Joaquim. De origem humilde, viveu e trabalhou na roça até os 18 anos e só iniciou seus estudos aos 12 anos de idade. Mudou-se para São José do Rio Preto com 22 anos e lá trabalhou como bancário e vendedor de pneus, até ser contratado pelo Grupo Votorantim. Trabalhando nessa empresa, formou-se em Direito já com 32 anos. Promovido a gerente da Votorantim, foi transferido para Araçatuba em 1985.

E foi em Araçatuba que decidiu fincar raízes, abrindo mão de uma transferência para o Nordeste, quando da reestruturação do grupo Votorantim em 1995. A partir daí, trabalhou para criar suas próprias empresas, transformando-se em empresário do setor de materiais para construção. Hoje, é sócio proprietário da Basical (que tem sua matriz em Araçatuba) e da Cimcal (com sede em Osvaldo Cruz). Juntas, as duas empresas geram cerca de 500 empregos diretos, com filiais em outras cidades do interior.

Ansioso por retribuir a acolhida recebida em Araçatuba, investe na cidade e nela participa de sua vida política. Dilador teve atuações pequenas no cenário político. Começou no PPS, em 1998. Atuou de forma indireta na campanha de 2000 e depois se afastou, mas, a pedido de amigos, retornou à política em 2007, agora já filiado ao PSDB. Em 2008 foi escolhido entre os membros do partido para ser o candidato do PSDB à prefeitura de Araçatuba; até então, ele nunca havia sido candidato a cargo eletivo. Nesta campanha, Dilador ficou na segunda colocação.

Em 2010, ele concorreu a Deputado Estadual pelo PSDB, mas não se elegeu, ficou na suplência. No dia 3 de janeiro de 2013, tomou posse como deputado estadual suplente, ocupando o lugar do então deputado estadual Bruno Covas. Até meados de abril de 2014, quando deixou a cadeira e tentou novamente se eleger, mas novamente ficou de suplente.
Em 2016 se candidatou ao cargo de prefeito e se elegeu. Hoje é prefeito de Araçatuba.

Vice

Edna Flor

Na pequena cidade de Barbosa, em 1956, nasceu Edna Flor, a primeira filha do casal Jarbas e Maria Terezinha. A família mudou-se para Penápolis, em razão do trabalho conseguido por Jarbas no Departamento de Estradas de Rodagem (DER), que depois o transferiu para Gália. Foi lá que Edna cursou os primeiros anos do ensino fundamental, na escola municipal Cel. Galdino Ribeiro.

Edna começa a declamar poesias já nas primeiras séries, participando sempre das festas da escola. Novamente em razão do trabalho de Jarbas, a família retornou a Penápolis e, na Escola Profª Yone Dias de Aguiar, Edna conclui o ensino fundamental, destacando-se sempre pelas boas notas. Em razão do seu interesse pela leitura, Edna que já morava em Araçatuba, foi convidada (como aluna de destaque) para a inauguração da Biblioteca da Escola.

A família mudou-se para em Araçatuba em 1974 e Edna conseguiu trabalho como faxineira na sede do DER, onde seu pai fora promovido a operador de máquinas. Edna mostra com orgulho os calos que ainda têm nas mãos, como legado deste trabalho… Foi ainda nesse trabalho duro, que Edna, após concluir o Ensino Médio na Escola Dr. Clóvis de Arruda Campos, ingressou na Faculdade de Direito da então Instituição Toledo de Ensino, tendo sido aprovada em primeiro lugar no Vestibular de 1975.

Participando ativamente das atividades da Paróquia Imaculado Coração de Maria, que ela percebeu a necessidade da população e, assim que se formou, prestou assistência jurídica voluntária nessa Paróquia. Edna trabalhou na Divisão Regional de Ensino e também é fundadora de organizações comunitárias como a ACREPOM – Associação de Catadores de Papel e a ARCA – Associação de Reinserção de Crianças e Adolescentes.

Aprovada em concurso para a Justiça Federal, Edna pediu exoneração para poder continuar a assessoria jurídica a grupos populares. Ela também foi advogada da Mitra Diocesana de Lins e do Instituto Administrativo Jesus Bom Pastor, de Andradina. Também atuou na Prefeitura de Araçatuba (Relações Públicas e Chefe de Gabinete, no período de 1985 a 1988) e Procuradora Geral de Lins (1999/2000.)

Eleita Vereadora por três mandatos (2001 a 2004; 2009 a 2012 e 2013-2016), no biênio 2009-2010, foi a primeira mulher (e, até o momento, a única) a ocupar a presidência do Legislativo. Em 2016 aceitou o desafio de ser candidata a vice-prefeita e venceu as eleições.

Gabinete do Prefeito

O Gabinete do Prefeito é órgão da administração municipal responsável por apoiar o Prefeito Municipal na realização de suas atividades cotidianas à frente do governo municipal, principalmente nos assuntos de ordem política e administrativa em todas as esferas de governo, coordenando as relações do Chefe do Executivo com a administração municipal, o Legislativo Municipal, as instâncias de governo regional, estadual e federal, as lideranças políticas e a sociedade civil.

Compete ao Gabinete do Prefeito:

I – assessorar o Prefeito em assuntos afetos à administração municipal;

II – auxiliar o Prefeito nas atividades de promover a articulação entre as organizações da sociedade civil e o Poder Público Municipal;

III – auxiliar o Prefeito nas atividades de promover a articulação política interna entre os órgãos da Prefeitura;

IV – coordenar as relações do Executivo Municipal com os órgãos da administração pública municipal, regional, estadual e federal;

V – organizar a agenda para atendimento ao público, às entidades constituídas e às autoridades e à sua participação em eventos de natureza política;

VI – promover o cumprimento da agenda oficial, bem como organizar as audiências e encaminhar as partes;

VII – receber as autoridades e os hóspedes oficiais do município;

VIII – assistir o Chefe do Poder Executivo, preparando a correspondência a ser expedida pelo Gabinete do Prefeito;

IX – manter o Prefeito informado dos assuntos de interesse do governo municipal e também execução de programas e projetos em andamento;

X – coletar e organizar as informações que auxiliem o Prefeito na execução dos objetivos e metas do Governo;

XI – coordenar as atividades do Prefeito com os objetivos de captação de recursos para a realização de obras e projetos de interesse do município;

XII – auxiliar no desenvolvimento das atividades de planejamento e na organização dos órgãos que compõem a administração municipal;

XIII – assessorar o Chefe do Executivo no planejamento, organização, supervisão e controle das atividades administrativas;

XIV – auxiliar o Prefeito na implementação de medidas destinadas ao aperfeiçoamento ou redirecionamento de programas, projetos e atividades em execução no Governo;

XV – representar oficialmente o Prefeito, sempre que credenciado;

XVI – transmitir aos demais Secretários Municipais as ordens e orientações do Chefe do Executivo Municipal, zelando pelo seu cumprimento;

XVII – executar os serviços burocráticos que envolvam a preparação, registro, expedição, publicação e arquivamento dos atos oficiais.

Notícias

Veja todas as notícias
Araçatuba mantém bom desempenho nos Jogos Abertos do Interior 2017
Usuários da APAE visitam Zoológico Municipal de Araçatuba
Prefeitura de Araçatuba é parceira na 24ª Corrida do Fogo
Prefeitura e polícias Civil e Militar intensificarão ações contra vandalismo
Receba nossas notícias

        
Rua Coelho Neto, 73
Vila São Paulo
(18) 3607-6500