Publicado em 15 de abril de 2021 às 09:50

O prefeito de Araçatuba, Dilador Borges, irá representar o município na edição online do Fórum Brasileiro do Agronegócio, que acontecerá na próxima segunda-feira (19), das 8h30 às 18h30. Totalmente gratuito, o evento vai contar com a presença de nomes importantes do setor na iniciativa privada e no poder público. Serão abordados temas diversos e focados no debate das pautas mais urgentes e atuais para o país.

Entre os temas abordados tem destaque: os desafios ambientais; oportunidades de investimento; a importância do avanço tecnológico para as empresas do setor; riscos no cenário atual; fintechs e automação; os desafios da competitividade internacional; água, energia limpa e meio ambiente no Brasil e no mundo; safras e comércio exterior.
Dilador disse que ficou honrado com o convite e que pretende representar todos os membros do setor. Os pequenos, médios e grandes produtores de Araçatuba também podem participar como ouvintes. As inscrições já estão abertas e devem ser feitas pelo link www.forumbrasileiro.online.

“Fiquei muito feliz em ser convidado para o evento. O setor agro ainda é o grande motor da nossa região, como de todo o Brasil. Esta discussão se torna muito importante para toda a nossa sociedade”, afirmou o prefeito.
O Produto Interno Bruto (PIB) do agronegócio cresceu 16,8% entre janeiro e outubro de 2020, na comparação com o mesmo período do ano anterior, de acordo com cálculos do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) da Esalq/USP e da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA). A expansão refletiu a safra recorde de grãos da temporada 2019/2020 e as altas na produção de suínos, aves, ovos e leite. No ramo agrícola, o PIB teve alta de 14,55% até outubro de 2020, enquanto no setor pecuário, o avanço foi de 21,95%.

Essa alta ocorreu pelo crescimento e ganho de produtividade das lavouras, com destaque para a soja (7,1%) e o café (24,4%), que alcançaram produções recordes na série histórica.
Por outro lado, no 4º trimestre de 2020, em relação a igual período de 2019, o agro teve variação negativa de 0,4% por perdas em culturas como a laranja (-10,6%) e o fumo (-8,4%).

O fato é que na avaliação geral o setor teve saldo positivo e manteve o Brasil na rota internacional da comercialização de produtos in natura. O agronegócio do Brasil é responsável pela alimentação de cerca de 800 milhões de pessoas, ou aproximadamente 10% da população global, segundo estudo da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).
Parte deste resultado é atribuído ao investimento dos produtores em pacotes tecnológicos avançados – sementes, defensivos, fertilizantes e rações de maior qualidade e no clima favorável de 2020.

FUNDO

O agronegócio deverá ganhar mais competitividade pela criação de FIAgro (Fundos de Investimento do Setor Agropecuário), medida possibilitada pelo novo projeto de lei aprovado pelo Senado. E este conjunto de resultados e ações, na área privada e pública, serão debatidos durante o evento e tem o propósito de enriquecer futuras estratégias no setor.

O evento é uma iniciativa do Grupo GCSM e do Fórum das Américas, e tem o apoio de entidades do setor.