Publicado em 23 de agosto de 2022 às 16:29

Em comemoração ao Dia da Queima do Alho, celebrado em 25 de agosto, a Secretaria Municipal de Cultura (SMC) de Araçatuba, exibirá na próxima quinta-feira (25), às 19h, o primeiro capítulo do webdocumentário “Queima do Alho: O registro de uma tradição”.

O webdocumentário foi gravado durante a Queima do Alho Solidária, realizada pela SMC no dia 26 de junho em parceria com o Centro de Tradições Culturais e o Sindicato Rural da Alta Noroeste. A produção contou ainda com apoio técnico do Centro Universitário-Unitoledo Wyden, e captação de som e imagem de Gabriel Dias e João Maker. João também foi responsável pela pós-produção.

Araçatuba teve sua formação bastante vinculada à tradição boiadeira. Prova disso é que a cidade ainda é conhecida como a Terra do Boi Gordo. Assim, o objetivo é mostrar ao público quais eram os hábitos dos boiadeiros e retratar como acontece a manifestação desta memória por meio da Queima do Alho.

A produção poderá ser acessada através do canal da Secretaria de Cultura no YouTube e contará com outros dois episódios, que serão publicados nos dias 1 e 8 de setembro, também às 19h.

Sobre a Queima do Alho

Os grupos de boiadeiros responsáveis pelo transporte do gado eram chamados de comitivas. Dos sete integrantes do grupo, um era responsável pela comida e, por isso, partia antes dos outros. Depois de percorrer certa distância, parava com as tralhas e preparava o almoço. Devido ao uso do alho para evitar que os alimentos estragassem e o cheiro que podia ser sentido de longe, esse momento recebeu o nome de Queima do Alho.

A fim de perpetuar de alguma forma os hábitos dos boiadeiros, quando o gado passou a ser transportado por caminhões, nasceram os circuitos da Queima do Alho, competições que colocam à prova as tralhas e a comida das diversas comitivas.

As competições chegaram em Araçatuba em 2007, por esforços de Cláudia Colli, ex-presidente do Centro de Tradições Culturais, que desde a primeira edição organiza a realização dos circuitos da Queima do Alho na cidade. Nas edições passadas, das competições realizadas em Araçatuba, se classificava uma comitiva para concorrer em Barretos-SP, onde surgiram os primeiros eventos relacionados a essa tradição.