Publicado em 24 de maio de 2019 às 15:10

Na manhã desta sexta-feira (24), a Prefeitura de Araçatuba, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS), promoveu uma homenagem aos nove anos de instalação do Centro de Referência da Mulher (CRM).

Houve apresentação de um vídeo, como retrospectiva da história do CRM e as conquistas, como a parceria com a Defensoria Pública, que oferece gratuitamente orientações jurídicas dentro do CRM. Também foram transmitidos vídeos com depoimentos positivos de mulheres atendidas pelo CRM. Todas participaram de um café da manhã.

Inaugurado em 24 de maio de 2010, o Centro leva o nome de Josymary Aparecida Carranza, que foi assistente social da Divisão Regional de Assistência e Desenvolvimento Social (DRADS), foi assassinada por seu marido em 1986. O CRM foi criado com o objetivo de acolher mulheres vítimas de violência e contribuir para o resgate de sua autoestima.

Entre os serviços ofertados estão acolhimento, atendimento socioassistencial, atendimento psicológico e orientação jurídica, através de parceria com a Defensoria Pública do Estado de São Paulo. Ainda há oficinas de reflexão e encaminhamentos para outros programas da Rede de Proteção Social. Também fazem parte do trabalho do CRM visitas domiciliares, palestras de divulgação e contatos interinstitucionais, entre outras ações.

Participaram da confraternização o prefeito Dilador Borges, a vice-prefeita Edna Flor, a secretária municipal da SMAS e de Participação Cidadã, Maria Cristina Domingues, a coordenadora do CRM, Sandra Ferreira Costa, o vereador Rivael Papinha, mulheres atendidas pelo CRM e equipe de trabalho do Centro.