Publicado em 15 de maio de 2018 às 09:24

O Creas (Centro de Referência Especializado de Assistência Social), órgão vinculado à Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS) de Araçatuba, deu início, na manhã desta segunda-feira (14), à Semana de Combate à Violência e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

O evento de abertura ocorreu no auditório da Unip (Universidade Paulista), com apresentação inicial de canções interpretadas por músicos do Projeto Guri. A iniciativa faz alusão ao dia 18 de maio, nacionalmente conhecido pelo Combate à Violência, Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Esse dia foi escolhido porque em 18 de Maio de 1973, em Vitória-ES, uma menina de 8 anos teve seus direitos violados: foi raptada, estuprada e morta. Esse fato ficou conhecido como o “Caso Araceli”.

De acordo com o coordenador do Creas, Edson Neves Terra Júnior, a proposta da mobilização é sensibilizar, informar e convocar a sociedade a participar da luta em defesa dos Direitos Sexuais de Crianças e Adolescentes, garantindo o direito ao desenvolvimento de sua sexualidade de forma segura e protegida, livres do abuso e da exploração sexual.

A secretária municipal de Assistência Social e Participação Cidadã, Maria Cristina Domingues, explicou a importância de denunciar os casos de violação de direitos. “Temos hoje em dia o Disque 100, número disponível para fazer denúncias em caso de suspeita de qualquer tipo de abuso. Ele se tornou uma ferramenta que leva as pessoas a se sentirem confortáveis no momento de fazer a denúncia, já que a pessoa não precisa se identificar”.

Fizeram parte da mesa diretora a vice-prefeita Edna Flor; as secretárias municipais de Assistência Social e Participação Cidadã, Maria Cristina Domingues, e de Educação, Silvana de Sousa e Souza; o vereador e representante da direção da Unip, Márcio Saito; a diretora do Departamento de Proteção Especial, Regina Arruda, e o coordenador do Creas, Edson Neves Terra Júnior.

Após as falas, houve a palestra de Adriana Aparecida dos Santos, mestre em Serviço Social e Políticas Sociais pela Universidade Estadual de Londrina, no Paraná. No período da tarde, também mediado por Adriana, foi realizado um encontro específico para os gestores envolvidos nos serviços de proteção de média e alta complexidade.

A programação segue com outros eventos durante a semana. Confira:

15 a 18 de maio

Teatro – Pelo Nosso Amor
Público: Adolescentes da rede estadual de ensino

18 de maio

Panfletagem
Local: Semáforo (Rua Duque de Caxias x Av. dos Araçás)
Horário: 07h00
Público: População em geral