Publicado em 23 de maio de 2019 às 18:01

Na manhã desta quinta-feira (23), a Secretaria Municipal de Saúde promoveu mais uma reunião extraordinária do Comitê Institucional de Combate do Aedes aegypti. Entre os assuntos discutidos, foram definidas ações para que os integrantes do Comitê possam realizar, a fim de multiplicar o combate efetivo, criando uma força tarefa na conscientização da sociedade civil para o combate à dengue.

O assessor executivo do Gabinete e presidente do Comitê, João Carlos Fávaro Saes, falou sobre a importância da parceria entre Comitê e Vigilância Sanitária. “O maior desafio é tornar nossos membros multiplicadores de ações, além do ambiente de trabalho. Nós contamos com a parceria fundamental entre Comitê e departamento de Vigilância Sanitária, pois são eles que supervisionam e combatem efetivamente os focos do mosquito.”, contou.

Saes falou também sobre a necessidade de eliminar o criadouro, antes dele se tornar larva e citou os três principais focos do Aedes aegypti, que são: a pingueira, que vai por baixo dos vasos de plantas, os ralos externos dos imóveis e os bebedouros de animais.

O Comitê Institucional de Combate ao Aedes aegypti é composto por colaboradores de todas as secretarias municipais, que se reúnem bimestralmente para discutir as ações do Comitê dentro da prefeitura.