Publicado em 14 de fevereiro de 2018 às 13:45

O Conselho Municipal de Assistência Social (Comas) de Araçatuba promoveu, nesta sexta-feira (9), um encontro entre representantes de entidades e de conselheiros do Comas. Também participaram representantes de outros conselhos municipais e autoridades.

O presidente do Comas, Thiago Mendes, explicou a importância do trabalho das entidades e as funções do Comas. “Ontem tivemos a assinatura do termo de colaboração entre as entidades e a administração municipal, que, além de oficializar a transferência de verbas, representa um ato de gratidão ao trabalho prestado pelas instituições. Nós, do Comas, temos a função de fiscalizar, mas também trabalhamos para auxiliar a secretaria e as entidades, com o intuito de formar uma parceria sedimentada”.

A secretária de Assistência Social (SMAS), Maria Cristina Domingues, destacou a posição do Comas como agente fiscalizador. “Ressalto a função do Conselho como órgão fiscalizador e auxiliador das ações da SMAS e das entidades, pelas quais temos muito carinho.

Rivael Papinha, presidente da Câmara, frisou a necessidade de união dos órgãos municipais e conselhos. “O poder legislativo, a SMAS, o Comas e o poder executivo precisam estar unidos. E para somar a essas forças, nada melhor do que contar com pessoas engajadas e que vivem de perto a realidade de quem mais precisa. Digo isso porque a Câmara reconhece todo o trabalho que é prestado pelas entidades e que há tantos anos cuida das pessoas”.

Em vez de pronunciamento, a vice-prefeita Edna Flor preferiu fazer uma dinâmica. Com uma tigela nas mãos, em referência ao café da manhã que ia ser servido, Edna pediu aos presentes que dissessem uma palavra a contribuir com o intuito do encontro.

O prefeito Dilador parabenizou o trabalho exercido pelas entidades e enalteceu o trabalho do Comas. “Sem desmerecer nenhum outro conselho municipal, mas quero dizer que o Comas tem a maior responsabilidade do município. Nele são agregadas todas as entidades que nos auxiliam a cuidar de gente. Gosto de compartilhar sempre que, antes de conhecer melhor sobre as questões sociais, eu achava que quando dava dinheiro a quem pedia nos semáforos, eu estava contribuindo com a pessoa. Mas descobri que não é assim. É preciso ter cuidado, carinho e muita integração de forças para garantir a qualidade de vida das pessoas e a boa gestão das políticas públicas”.

Também compareceram a presidente do Fundo Social de Solidariedade (FSS), Assunta Curti; a presidente do Conselho Deliberativo do FSS, Deomerce Damasceno; a ouvidora da SMAS, Suzeli Oliveira; e o assessor executivo da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Agroindustrial, Arnaldo Vieira Filho.

COMAS
O Comas tem a função de orientar a população com relação aos seus direitos, divulgando os segmentos representados e fiscalizando as entidades e organizações ligadas aos segmentos, além de deliberar sobre a política pública municipal de Assistência Social. São fornecidas às entidades todas as orientações sobre localização, instalações, normas operacionais básicas, entre outras informações.