Publicado em 17 de maio de 2018 às 17:45

Como forma de comemorar um ano de sua reinauguração e reestruturação, o Centro de Atenção Psicossocial Infantil (Caps i), no bairro Água Branca I, promoveu, no próprio prédio, um encontro entre autoridades, funcionários do Caps e da Secretaria Municipal de Saúde (SMSA) e atendidos e seus familiares.

Gerido pela Prefeitura de Araçatuba junto à Organização Social Associação das Senhoras Cristãs Benedita Fernandes, o Caps i tem por objetivos prestar atendimento clínico em regime de atenção diária evitando as internações em hospitais psiquiátricos; acolher e atender as pessoas com transtornos mentais graves e persistentes, procurando preservar e fortalecer os laços sociais do usuário em seu território; promover a inserção social das pessoas com transtornos mentais por meio de ações intersetoriais.

Foram oferecidas atividades recreativas para as crianças e adolescentes durante todo o dia, com a presença do mágico Simsalabim, apresentação do grupo de capoeira mantido pelo próprio Centro, cama elástica, algodão doce e pipoca.

Inicialmente, houve pronunciamento de autoridades municipais. Estiveram presentes o prefeito Dilador Borges; a vice-prefeita Edna Flor; o presidente da Câmara, Rivael Papinha; os vereadores Márcio Saito e Jaime José da Silva; o diretor do Departamento de Assistência Especializada, Paulo Ernesto Geraldo; os secretários municipais de Segurança, Erivaldo Gomes Assêncio, e de Desenvolvimento Econômico e Relações do Trabalho, Marcelo Astolphi Mazzei; o diretor da Associação das Senhoras Cristãs Benedita Fernandes, Antonio Domingos de Camargo; o enfermeiro responsável pelo Caps i, Carlos Alberto Selis e equipe.

No período de um ano, foram prestados mais de 850 atendimentos e, atualmente, 180 crianças de todas as regiões da cidade recebem atendimento especializado. O atendimento é prestado de segunda a sexta-feira, das 6h30 às 18h30.

O prefeito Dilador Borges e a vice-prefeita Edna Flor elogiaram o trabalho realizado pelo Caps i, dizendo ser fundamental para o desenvolvimento de crianças e adolescentes nas condições citadas. Eles reconheceram a presença de um dos ex-pacientes, João Vitor Vidovix, que se formou recentemente no Time do Emprego, oferecido pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Relações do Trabalho (SMDERT).