Publicado em 19 de julho de 2018 às 18:34

Além de proporcionar que crianças e adolescentes confeccionem suas próprias pipas para brincar, a oficina Pipa Legal, promovida pelo Cras (Centro de Referência de Assistência Social) do bairro São José, busca conscientizar sobre o os riscos e prejuízos decorrentes do  uso do cerol nesse tipo de brincadeira.

A oficina foi iniciada na segunda-feira (16), com conclusão na sexta-feira (20). São parceiros da oficina o Corpo de Bombeiros e a Guarda Civil Municipal, que durante a semana também deram orientações exemplificadas aos participantes. As atividades são ministrada pelo professor Joaci de Meideros.

“A atividade vem ao encontro do trabalho já realizado pelo Cras. Temos um público bem resistente quando orientamos a não usar cerol nas brincadeiras com pipas. Por esse motivo, a oficina busca mostrar que tem como se divertir sem prejudicar o amiguinho ou colocar em risco a vida de outras pessoas”, explicou a assistente social, Gisele Aparecida Fogassa Costalongo.

CRAS SÃO JOSÉ

Vinculado à Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS), o Cras São José está localizado na rua Fundador Paulino Gato, 900, com funcionamento das 8h às 17h. O programa desenvolve várias ações para a comunidade com foco no fortalecimento de vínculos afetivos, relacionais e comunitários. Tem como principais ações o Serviço de Proteção e Atendimento Integral a Família (PAIF), Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) para crianças com até 6 anos de idade e Serviço de Proteção Social Básica no domicilio para pessoas com deficiências e idosos.