Publicado em 24 de janeiro de 2018 às 21:24

A Arapark, empresa que administra o sistema de estacionamento rotativo em Araçatuba, anunciou, na tarde de segunda-feira (22) o lançamento do aplicativo Digipare 2.0, que permite ao usuário recuperar o tempo pago e não usado nas áreas conhecidas como “zona azul”.

Segundo Valério França, engenheiro Civil e apoiador técnico da Arapark, Araçatuba é a primeira cidade em que o Digipare 2.0 implanta o novo sistema de restituição eletrônica de tempo.

O novo recurso só atende a tempos maiores que 30 minutos. “A partir daí, o tempo é fracionado minuto a minuto, Se alguém comprar uma hora de estacionamento e usar apenas 31 minutos, por exemplo, receberá de volta os 29 minutos restantes, que poderá ser usado em outra oportunidade”, explica Fábio Batistela, proprietário da Areatec, empresa que produziu a nova versão do aplicativo.

Segundo Batistela, a nova versão do software traz mais facilidades, pois sua apresentação foi toda reestilizada para torna-se mais ágil e intuitiva, além de aceitar todas as bandeiras de cartões de crédito do mercado.

A função de restituição do tempo não utilizado só é possível no aplicativo para smartphones, não estando disponível para os sistemas de parquímetro nem na revenda em lojas.

Fiscalização

Quanto à segurança dos dados para retorno do tempo não utilizado, Batistela afirma que o sistema é rápido e garantido, pois tudo acontece online. “No momento em que o cliente retorna ao veículo, ele escolhe cancelar o estacionamento pelo aplicativo e imediatamente a informação é repassada ao sistema, que restitui o tempo restante, bem como atualiza os dados aos fiscais em campo”, explica.

Sobre o restante dos serviços do sistema de estacionamento rotativo, a Arapark informa que tudo continua funcionando como antes, como os valores cobrados, as compras em parquímetros e estabelecimentos comerciais, bem como a fiscalização por agentes.