Publicado em 04 de setembro de 2018 às 11:10

Índice avalia fluxo escolar e média de desempenho nas avaliações

A rede municipal de ensino de Araçatuba obteve nota 6,7 no Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), superando, portanto, a meta para o município, que era de 6,5.

De acordo com dados referentes à prova de 2017, divulgados nesta segunda-feira (3) pelo MEC (Ministério da Educação), a nota foi alcançada pelos alunos do 5º ano do ensino fundamental.

O Ideb é aplicado a cada dois anos. De âmbito nacional, o indicador possibilita o monitoramento da qualidade da Educação por meio de dois componentes: o desempenho dos alunos na Prova Brasil multiplicado pelo percentual de alunos que tiveram aproveitamento, descontando reprovação e evasão.

Foram 27 Emebs participantes. Dessas, duas aplicaram a Prova Brasil pela primeira vez e por isso não tinham meta traçada. São elas: Emeb Profº Fernando Gomes de Castro, no bairro Água Limpa, que pela primeira vez teve o número mínimo de alunos necessário, e Emeb Profª Ermelinda Geralda da Silva Soga, que só em 2017 passou a oferecer ensino fundamental.

A avaliação da Emeb Profº Joaquim Dibo não teve a nota divulgada, pois no dia do exame, o percentual de alunos presentes ficou abaixo do exigido. As unidades escolares de assentamentos e áreas rurais não participam, pois não atingem o número mínimo necessário de alunos para a realização do índice.

Dentre as 24 Emebs restantes, 15 atingiram ou ultrapassaram a meta, 5 não atingiram a meta porém apresentaram progresso com relação à nota anterior e 4 das que não atingiram a meta, decaíram no resultado.

SISTEMA MUNICIPAL

A rede municipal conta com 852 professores, atuando na Educação Infantil e Ensino Fundamental. A Secretaria Municipal de Educação (SME) tem um sistema próprio de avaliação, chamado de Sameb (Sistema de Avaliação Municipal da Educação Básica), e os resultados do Ideb coincidem com o desempenho apurado neste sistema de avaliação. Por isso, de acordo com a secretária municipal de Educação, Silvana de Sousa e Souza, antes mesmo do resultado do Ideb, já estavam sendo desenvolvidas ações para apoiar essas escolas, com o intuito de aprimorar o rendimento dos alunos.

“Embora existam outros fatores que evidenciem a qualidade da Educação e que nem sempre tem como ser mensurados, o IDEB é um importante indicador. O resultado alcançado pelo município, nos mostra que estamos no caminho certo, conseguindo progredir. Neste sentido, externamos a nossa gratidão a todos os profissionais da Educação, que incansavelmente se dedicam para essa melhoria contínua”, destaca Silvana.