Publicado em 31 de outubro de 2018 às 18:44

O Comdica (Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Araçatuba) e a Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS) realizaram, nesta quarta-feira (31), a 11ª Conferência Municipal de Direitos da Criança e do Adolescente.

O tema desse ano foi “Proteção integral, diversidade e enfrentamento das violências”. A programação foi divida em duas etapas, sendo no período da manhã a conferência lúdica e a conferência convencional no período da tarde, entre 13h e 17h.

A Conferência dos Direitos da Criança e do Adolescente tem como objetivo fazer o diagnóstico da implementação de políticas dos direitos humanos para os jovens e elaborar propostas concretas para as conferências estadual e nacional.

O encontro ocorreu no auditório da Unip (Universidade Paulista), contando com a presença de crianças e adolescentes de programas sociais e instituições de ensino, como Programa Lobato, Secoi (Serviço de Convivência Infanto-Juvenil), Arca (Associação de Reinserção Social de Crianças e Adolescentes), Lar Caminho de Nazaré, Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Araçatuba), Ação Jovem, CIEE (Centro de Integração Empresa Escola), Fundação Mirim. Fizeram pronunciamento a secretária municipal de Assistência Social e de Participação Cidadã, Maria Cristina Domingues; presidente da Câmara, Rivael Papinha; presidente do Comdica, Maria Zilma Dornellas e a vice-prefeita Edna Flor.

Emocionada, a presidente do Comdica, Maria Zilma Dornelas, demonstrou seu carinho por fazer parte do conselho e leu um trecho do artigo 4º do ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente). “… É dever da família, da comunidade, da sociedade em geral e do poder público assegurar com absoluta prioridade a efetivação dos direitos referentes à vida, à saúde, à alimentação, à educação, ao esporte, ao lazer, à profissionalização, à cultura, dignidade, respeito e liberdade e convivência familiar e comunitária…”.