Publicado em 05 de setembro de 2019 às 09:30

Um dos dois Grupos Psicoterapêuticos de Homens do Ceaps (Centro Especializado em Atenção Psicossocial) assistiu ao documentário O Silêncio dos Homens, na sede do programa. A atração foi exibida nesta terça-feira (3) e relata como os estereótipos de gênero influenciam para que eles sejam menos propensos a dividir seus pensamentos.

Após o filme, a discussão com os espectadores foi altamente enriquecedora, passando pela criação, relação com os pais, expressão de afetividade e comportamentos. Na próxima segunda-feira (9), o documentário será exibido ao segundo grupo.

O documentário foi desenvolvido por iniciativa do Papo de Homem, um portal que trata sobre masculinidades e fez uma pesquisa com mais de 20 mil pessoas para realizar a produção. Estreou na quinta-feira (29), formando uma rede de exibições por todo o país, e está disponível no YouTube, onde pode ser assistido na íntegra gratuitamente.

“Os homens sofrem, mas sofrem calados. Em geral são criados para sufocar seus sentimentos, aguentar o tranco e peitar a vida, mas esta postura trás consequências nocivas à sociedade em geral. Violência doméstica, assédio, altas taxas de suicídio, homicídio, mortes no trabalho e encarceramento são algumas delas”, explica o psicólogo e coordenador do Ceaps, Matheus Martins Garcia.

“O silêncio alimenta e é alimentado pela dificuldade em se lidar com as emoções, e acaba atuando como uma camisa de força para os homens, mas caso seja ou conheça algum homem que necessita de atenção profissional, o CEAPS estará de braços abertos para recebê-lo”, finaliza Matheus.