Publicado em 02 de fevereiro de 2018 às 10:04

Foi iniciado na manhã desta quinta-feira (1) o Curso de Manutenção e Recuperação de Estradas Rurais da CODASP, oferecido pela Prefeitura de Araçatuba a 43 prefeituras da região e usinas parceiras. A aula inaugural teve participação de 56 pessoas, com vídeo de saudação gravado pelo secretário estadual Arnaldo Jardim, de Agricultura e Abastecimento, e o curso acontecerá de 1 a 7 de fevereiro, na sede do EDR – Escritório Regional de Desenvolvimento Rural de Araçatuba.

Promovido pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Agroindustrial (SMDA), em parceria com a CATI (Coordenadoria de Assistência Técnica Integral) de Araçatuba, o curso tem aulas teóricas e práticas ministradas por técnicos e engenheiros da CODASP (Companhia de Desenvolvimento Agrícola de São Paulo) e da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, com o objetivo de capacitar operadores e responsáveis do setor sobre técnicas de adequação de estradas rurais, para recuperação, manutenção e conservação dessas vias.

Participam servidores municipais das prefeituras da região e profissionais das usinas Aralco e Raizen, que são parceiras da Prefeitura de Araçatuba, com apoio financeiro e operacional, nas obras dos programas Melhor Caminho e Microbacias 2. Foram cedidos pelas usinas o total de 3.200 metros cúbicos de brita e 500 m³ de concreto usinado.

Abriram a aula inaugural a vice-prefeita Edna Flor, representando o prefeito Dilador Borges que cumpre agenda em São Paulo-SP; o secretário municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (SMMAS), Petrônio Lima; o assessor executivo de Desenvolvimento Agroindustrial (SMDA), Arnaldo Vieira Filho; e o chefe de gabinete da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (SMOSP), José Roberto da Costa. Dos pronunciamentos iniciais participaram o presidente do Siran (Sindicato Rural da Alta Noroeste), Fabio Brancato; o presidente da CATI (Coordenadoria de Assistência Técnica Integral), Claudio Batistella; e o gerente regional-Noroeste da Codasp, Henrique Fraga.

Petrônio Lima, que é ex-funcionário da Codasp, saudou os representantes e participantes, e mencionou a importância das parcerias. “À nossa secretaria (SMMAS) coube conseguir licenciamento ambiental e promoveremos o pagamento ambiental com o plantio de 10 hectares de mudas de árvores nativas. Agradecemos o trabalho do Brancato (Siran) e realizaremos este plantio em uma área particular de seringueiras, que é mais uma parceria com a iniciativa privada. Também é gentileza de particulares a colaboração de proprietários lindeiros (às margens da estrada) a retirada e recolocação das cercas para as obras.

“Nossa iniciativa quer garantir à zona rural uma prestação de serviços à altura de suas necessidades, buscando sempre o desenvolvimento da agricultura e a melhoria da qualidade de vida do homem do campo”, declara Arnaldo Vieira Filho, assessor executivo da SMDA.

A parte prática será realizada na Estrada ART-070, denominada Caram Rezek. Ao final do curso será entregue certificado emitido pela CODASP aos participantes.

“Mais importante que fazer as estradas é conservá-las. Estamos executando grandes programas como o Melhor Caminho e o Programa de Desenvolvimento Rural Sustentável Microbacias 2, que são investimentos de grande porte financeiro e importância estrutural. Precisamos estar com a região preparada, com manutenção qualificada, especializada, a fim de garantir a continuidade da qualidade dessas vias”, completa Arnaldo.