Publicado em 12 de agosto de 2022 às 09:34

A Prefeitura de Araçatuba enviou à Câmara Municipal, nesta quinta-feira (11), projeto de lei que visa regulamentar os procedimentos para instalação de Estação Transmissora de Radiocomunicação (ETR), conjunto de aparelhos que possibilitam o funcionamento do 5G em Araçatuba.

O documento especifica os tipos e procedimentos para as instalações, restrições de ocupação de solo, fiscalizações e penalidades, dentre outras especificações.

O projeto de lei é de autoria do prefeito Dilador Borges e deve ser apreciado pela Câmara Municipal nas próximas sessões.

O prefeito Dilador Borges destaca a importância desse pioneirismo na região. “Araçatuba sai na frente e é pioneira na região ao publicar as normas técnicas para a implantação do 5G no município. Essa é uma tecnologia nova, que está chegando ao Brasil através das capitais, mas Araçatuba não ficou para trás. O 5G é uma ferramenta importante para contribuir com o desenvolvimento das cidades, tornando-as inteligentes e funcionais para a sociedade”.

Segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico e Relações do Trabalho, Marcelo Mazzei, a conectividade é ferramenta essencial e indispensável na promoção do desenvolvimento econômico e na redução da desigualdade social. “Essa nova geração vai alcançar uma rede cada vez maior de conexões. Por isso, o 5G vai incentivar o desenvolvimento de novos produtos e tecnologias, como carros autônomos, IOT (internet das coisas), novos drones e o uso de realidade virtual. Os setores mais beneficiados serão a saúde, agronegócio e a indústria de um modo geral”.


SOBRE O 5G
O 5G é a nova geração de internet móvel, uma evolução da conexão 4G atual. A expectativa é de que o 5G traga mais velocidade para baixar e enviar arquivos, reduza o tempo de resposta entre diferentes dispositivos e torne as conexões mais estáveis. Nos aparelhos em que o sinal já é captado, a promessa é de velocidades até 20 vezes superiores ao 4G, com consumo mais rápido de vídeos, jogos e ambientes de realidade virtual.