Publicado em 13 de agosto de 2020 às 17:34

A Secretaria Municipal de Saúde (SMSA) de Araçatuba aderiu à Semana de Prevenção e Controle da Leishmaniose Visceral do Estado de São Paulo.

As ações estão sendo reforçadas nesta semana pelo Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) e pelo Departamento de Atenção Básica (DAB).

Agentes de combate a endemias estão intensificando as orientações e fazendo manejo ambiental nas residências que apresentam maior risco. As ações são acompanhadas por uma veterinária. (fotos em anexo).

O CCZ está atendendo os munícipes que procuram o centro com os animais de estimação com suspeita de leishmaniose, em que é coletado sangue do animal para exame.

A recomendação da SMSA é de que as pessoas cuidem de seus quintais e evitem deixar objetos acumulados, matéria orgânica em decomposição, entre outros.

O mosquito-palha, que transmite a leishmaniose, tem seus criadouros em locais úmidos, sombreados que acumulam matéria orgânica em decomposição. Por isso, não acumule lixo não adube plantas com cascas de frutas/legumes recolha as fezes dos animais, folhas e frutos caídos no chão. A melhor arma contra a leishmaniose é a prevenção.