Publicado em 06 de novembro de 2018 às 08:51

A 2ª edição do Fórum SIM (Serviço de Inspeção Municipal), de realização da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Agroindustrial (SMDA), em parceria com o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) contou com a participação de produtores e associações rurais, entre açougues, casas de carne, laticínios, queijarias, supermercados, padarias e público em geral.

O evento ocorreu nesta segunda-feira (5), na Casa de Palestras do Siran, no Recinto de Exposições Clibas de Almeida Prado. A iniciativa também contou com o apoio da Unesp (Universidade Estadual Paulista), Apta (Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios) e Siran (Sindicato Rural da Alta Noroeste).

Fizeram parte da mesa diretora, que abriu o evento, o assessor executivo da SMDA, Arnaldo Vieira Filho; gerente regional do Sebrae, Silvia Furio; presidente do Siran, Fábio Brancato; diretor da faculdade de Medicina Veterinária da Unesp Araçatuba, Iveraldo Dutra; presidente da Câmara Municipal, Rivael Papinha; representando a Apta, Silvia Antoniali e a vice-prefeita Edna Flor, que no ato representou o prefeito Dilador Borges.

O assessor executivo da SMDA, Arnaldo Vieira Filho, disse que a realização da 2ª edição do Fórum SIM auxilia na propagação do serviço. “O SIM é um serviço que busca garantir que o produto de origem animal chegue à casa do consumidor com segurança. A certificação também auxilia no desenvolvimento de empresas, geração de renda e de negócios”.

“Sem inovação não conseguimos ampliar mercado. Qualquer pessoa que tenha uma produção local voltada ao comércio regional precisa de inovação em processo, produto, marca e embalagem. Por isso o Sebrae apoia essa iniciativa”, ressaltou Silvia Furio.

Edna Flor agradeceu à SMDA e aos parceiros pela continuidade da iniciativa. “O SIM é um projeto de nosso plano de governo, mas era preciso tirar do papel e colocar em prática. Muitas vezes vemos notícias de intoxicação alimentar e o que isso acarreta em tantos outros setores além da saúde das pessoas. O SIM é muito mais do que um selo. Ele está diretamente ligado à implementação de políticas públicas, tem a ver com cidadania, geração de renda e garantia de saúde para a vida das pessoas”.

Na sequência das falas, o veterinário da SMDA, José Eduardo Zanon, fez uma apresentação sobre o SIM, com informações sobre o serviço, objetivos e panorama atual dos estabelecimentos registrados. Outros três profissionais fizeram suas explanações sobre oportunidades de mercado, alimentação segura e sanidade do alimento vegetal. Ao final, empresários registrados no SIM também deram depoimentos sobre suas experiências junto ao serviço. Houve ainda exposição e comercialização de produtos registrados no SIM.

O SERVIÇO

O SIM é responsável pela emissão de certificado de qualidade a empresas e empreendedores que trabalham com produtos de origem animal e estão em conformidade com as exigências sanitárias, prezando pela higiene e qualidade em seus processos de produção.

São produtos de origem animal sujeitos à fiscalização do SIM: animais destinados ao abate (carnes), seus produtos e subprodutos; leite e seus derivados; pescados e seus derivados; ovos e seus derivados; mel, cera de abelha e outros produtos e derivados.

O SIM Araçatuba fechou 2017 com três estabelecimentos registrados, sendo uma granja de ovos e dois laticínios, um deles de pequeno porte. Atualmente, está em processo de licenciamento um laticínio de pequeno porte, quatro agroindústrias estão em processo de adequação para protocolar o pedido de registro, sendo três laticínios de pequeno porte e um abatedouro de frangos; cinco estabelecimentos urbanos estão em processo de licenciamento protocolado, sendo quatro casas de carne e açougues e um mini mercado e nove estabelecimentos urbanos estão em processo de adequação para protocolar junto ao SIM, sendo quatro casas de carne e açougue, três supermercados, um mini mercado e uma fábrica de linguiças artesanais.