Publicado em 23 de abril de 2020 às 19:49

Com a prorrogação da quarentena implantada pelo Governo do Estado de São Paulo, a Prefeitura de Araçatuba manterá o programa Merenda no Lar, para atender as famílias dos alunos que permanecem tendo aulas em casa.

Para tanto, a Prefeitura já prepara os novos kit de alimentos, que contém produtos de gênero seco, adquiridos por dispensa de licitação, além dos de origem da produção rural familiar, dos fornecedores já contratados.

Segundo Silvana de Souza e Souza, secretária municipal de educação de Araçatuba, o novo kit de alimentos conterá 5 kg de arroz, 1 kg de feijão, 2 pacotes de 500 g de macarrão, 1 óleo, 2 pacotes de 500 g de fubá; 2 pacotes de 400 g de leite em pó; 2 sachês de molho de tomate e 1 pacote de bolacha maisena de 400 g. Além disso, serão adicionados, nas datas definidas, itens da agricultura familiar: haverá uma cartela com 15 ovos e 1 kg de tangerinas, somando mais de 12 kg de alimentos por kit.

A secretária prevê que as entregas acontecerão em dois dias, sendo atendidos primeiros os grupos de escolas das regiões 1 e 2, em 30 de abril, e, na semana seguinte, das regiões 3 e 4, em 6 de maio (verificar tabela de escolas). Os horários de entrega continuam escalonados por ano, divididos em períodos de uma hora de duração, coma medida de controle de fluxo de pessoas, para conferência das famílias cadastradas e para evitar aglomerações, como meio de evitar os riscos de contágio do coronavírus (covid-19).

Em caso de permanecer a suspensão, haverá uma nova entrega de kits em junho, nos moldes do acima descritos, porém passará a ter periodicidade mensal.

Sucesso do Programa

O prefeito Dilador Borges comemora o resultado da sintonia entre o trabalho da Secretaria Municipal de Educação e os fornecedores dos alimentos, que são os produtores rurais da agricultura familiar de Araçatuba, cadastrados junto à Prefeitura Municipal. “Tivemos qualidade garantida dos alimentos fornecidos, selecionados e frescos, os kits higienizados e o pessoal envolvido com treinamento e equipamentos de segurança. A participação da população foi ordeira, que confiou neste programa, e foram atendidas 9685 famílias de alunos da nossa Rede Municipal de Ensino”.

“Na primeira entrega, totalizamos 91 toneladas de alimentos, entre frutas, verduras e legumes. Para as próximas entregas foram cadastradas mais famílias, chegando a um total de 11 mil famílias. Nesta nova remessa de kits, serão entregues 130 toneladas de alimentos mais 165 mil unidades de ovos”, adiantou Dilador.

“Nossa compreensão do problema que está acontecendo é que vai ajudar a todos sairmos juntos desta fase difícil. O Governo tem as exigências para gerir a crise em decorrência da pandemia mundial, a administração municipal preza pelo respeito às leis e pela saúde das pessoas e nós continuaremos a cuidar das pessoas, criando soluções à medida que a evoluções acontecerem, e torcemos para que sejam para melhor”, considera o prefeito.